Repositório Digital

A- A A+

Potencial biotecnológico de leveduras isoladas de recursos hídricos do Litoral Norte do Rio Grande do Sul (Brasil) : descoloração de corantes

.

Potencial biotecnológico de leveduras isoladas de recursos hídricos do Litoral Norte do Rio Grande do Sul (Brasil) : descoloração de corantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Potencial biotecnológico de leveduras isoladas de recursos hídricos do Litoral Norte do Rio Grande do Sul (Brasil) : descoloração de corantes
Autor Tisca, Juliana Fabrício
Orientador Silva, Patrícia Valente da
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase em Biologia Marinha e Costeira: Bacharelado.
Assunto Biorremediação
Leveduras
Microbiologia da água
Recursos hídricos
Rio Grande do Sul, Litoral norte
Tramandaí, Rio, Bacia do (RS)
[en] Biorremediation
[en] Crystal violet
[en] Tramandaí river basin
Resumo A poluição do meio ambiente por efluentes industriais tem aumentado gradativamente nas últimas décadas, tornando-se um grave problema social e ambiental. As indústrias têxteis possuem importante representatividade no potencial de poluição, devido ao elevado uso de corantes e aditivos para sua produção industrial. Os problemas relacionados aos corantes envolvem recalcitrância, compostos com potencial carcinogênico e mutagênico, além de bioacumulação. Existem diversas formas de tratamento para efluentes têxteis, incluindo tratamento físico, químico e biológico. Estudos com biorremediação de corantes com microrganismos pertencentes a diferentes grupos taxonômicos de bactérias, algas, fungos e inclusive leveduras, demonstram que a biorremediação para a descoloração de corantes pode ser uma tecnologia promissora. Este trabalho teve como principal objetivo verificar se alguma levedura isolada da Bacia Hidrográfica do Rio Tramandaí (BHRT) possuía este potencial biotecnológico. Foram utilizados 69 isolados de leveduras da Coleção de Culturas do Laboratório de Micologia (Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia- ICBS/UFRGS). As leveduras utilizadas são oriundas de alguns recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Tramandaí. Para o experimento de descoloração de corantes com leveduras utilizou-se os corantes vermelho de metila, fucsina ácida e cristal de violeta. Primeiramente os isolados foram inoculados em placas com meio Agar Sabouraud acrescido de 0,003% de corante. Como resultado desse experimento pôde-se observar halos de descoloração em sete isolados somente no corante cristal de violeta. Para verificar a taxa de descoloração de cada isolado testado em meio líquido foi utilizada a espectrofotometria, com o pico de absorbância de 585nm. Cada isolado foi inoculado em volume de 5mL em um Erlenmeyer contendo 50mL de caldo Sabouraud acrescido de 1μg/mL de corante cristal de violeta. Foram retiradas alíquotas diárias de cada isolado e feitas leituras diárias de absorbância. Com o final do experimento em meio líquido pôde-se verificar que todos os sete isolados que apresentaram potencial de descoloração em meio Agar também apresentaram potencial biotecnológico de descoloração em Caldo Sabouraud.
Abstract The environmental pollution by industrial effluents has increased gradually in recent decades, becoming a serious social and environmental problem. Textile industries have major representation in the pollution potential due to the high use of colorants and additives for industrial production. The problems involve the recalcitrant dyes, compounds potentially carcinogenic and mutagenic, and bioaccumulation. There are several ways to treat textile effluents, including physical, chemical and biological treatments. Studies on bioremediation of dyes by microorganisms belonging to different taxonomic groups of bacteria, algae, fungi, including yeasts, show that the bioremediation for dye discoloration may be a promising technology. This study aimed to determine if any of the yeasts isolated from River Tramandaí Basin (BHRT) had this potential. We used 69 yeast isolates from the Culture Collection of the Mycology Laboratory (Department of Microbiology, Immunology and Parasitology, ICBS / UFRGS). The yeasts are from some of the water resources from River Tramandaí Basin. For the experiment with yeast discoloration of dyes, methyl red, acid fuchsin and crystal violet were used. First, isolates were inoculated on Sabouraud agar plus 0.003% of dye. As a result of this experiment, halos of discoloration could be observed in only seven isolates in the crystal violet dye. To check the rate of discoloration of each isolate tested, it was used spectrophotometry, with peak absorbance of 585 nm. Each isolate was inoculated into 5 ml volume in an Erlenmeyer flask containing 50 ml of Sabouraud broth plus 1μg/mL crystal violet. Daily aliquots of each isolate were taken and daily readings of absorbance were performed. With the end of the experiment in liquid medium, it could be verified that all seven isolates that showed potential for discoloration in Agar also had the biotechnological potential of discoloration in Sabouraud broth.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/40115
Arquivos Descrição Formato
000786578.pdf (5.107Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.