Repositório Digital

A- A A+

A questão nuclear da Coréia do Norte sob as perspectivas da China e dos EUA

.

A questão nuclear da Coréia do Norte sob as perspectivas da China e dos EUA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A questão nuclear da Coréia do Norte sob as perspectivas da China e dos EUA
Autor Melchionna, Helena Hoppen
Orientador Vizentini, Paulo Gilberto Fagundes
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto China
Coréia do Norte
Estados Unidos
Politica nuclear
Relações internacionais
[en] North Korea
[en] Nuclear issue
[en] United States
Resumo Contrariando as previsões norte-americanas dos anos 1990, o regime norte-coreano de Kim Jong Il não apenas evitou o colapso, como também voltou à agenda de segurança internacional ao retomar o desenvolvimento de seu programa nuclear, lançado testes em 2006 e 2009. Além de provocar a escalada das tensões no nordeste asiático, a nova crise nuclear norte-coreana também impactou a política externa da superpotência norte-americana, bem como da grande potência emergente no cenário internacional, a China. Neste sentido, o presente trabalho se propõe a analisar as perspectivas dos Estados Unidos e da China a respeito da questão nuclear norte-coreana, buscando identificar as semelhanças e diferenças em seus posicionamentos. Para tanto, foi feita uma análise histórica, a partir da revisão bibliográfica pertinente ao tema. A hipótese central adotada afirma que, apesar de ambos os países serem contrários ao desenvolvimento de armas nucleares pela RDPC, as perspectivas dos EUA e da China não convergem com relação à questão, porque a China, neste caso, desempenha papel de ator regional – podendo ser diretamente atingida -, ao passo que os EUA se portam como superpotência, não sendo diretamente atingido pela questão.
Abstract Contrary to the 1990s American predictions, the Kim Jong Il regime haven‟t just avoided collapse, but has also returned to the international security agenda by resuming its nuclear program development and launching tests in 2006 and 2009. In addition to causing the escalation of tensions in Northeast Asia, the new North Korean nuclear crisis has also impacted the American superpower foreign policy, just as well as the foreign policy of the emerging great power in the international system, China. Therefore, this paper aims to analyze the American and Chinese perspectives regarding the North Korean nuclear issue, seeking to identify the differences and similarities on their positions. For that purpose, a historical analysis based on literature review is presented. The central hypothesis states that, even though both countries oppose the development of nuclear weapons by the DPRK, the American and Chinese prospects on the matter do not converge. China, in this case, plays a regional role – being directly affected by the issue -, whereas the US act as a superpower, not being directly vulnerable by the issue.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/40259
Arquivos Descrição Formato
000827654.pdf (957.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.