Repositório Digital

A- A A+

William Gaddis's aesthetics of recognitions

.

William Gaddis's aesthetics of recognitions

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título William Gaddis's aesthetics of recognitions
Autor Salomon, Valeria Brisolara
Orientador Santos, Eloína Prati dos
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Autoria
Critica e interpretacao
Gaddis, William 1922-. The recognitions
Romance
[en] Authorship
[en] Forgery
[en] Novel
[en] Originality
[en] Plagiarism
Abstract William Gaddis’s The Recognitions (1955) is a selfreflexive novel that portrays Wyatt Gwyon’s trajectory from childhood to maturity, as he rejects and searches for originality. The present work bestows an analysis of William Gaddis’s The Recognitions focusing on the problematization of originality and authorship proposed by the novel by means of the central issues of forgery and plagiarism, which bring with them two larger and more important sister-notions: authorship and originality. The novel questions the prevailing demand for originality and discusses the possibility of being original. It formulates an aesthetics of recognitions defended in the novel and used by the author in the making of this text. In order to do that, this work provides a view on the different concepts associated with the terms originality and original, as well as some of the main infringements related to them in contemporary society. It also offers an account of the development of the concepts of originality and authorship in Western society, showing the growing importance of the figure of the author and the parallel development of the concepts of plagiarism and copyright. The next three chapters are dedicated to attempt to provide an account of William Gaddis’s The Recognitions focusing on the main artist characters and an analysis of the novel in the light of the theoretical and historical background provided. The first of these chapters focuses on Wyatt’s trajectory and his visions of art. The second identifies and analyses Wyatt’s mirrors in the narrative, which reinforce the self-reflective structure of the novel. And the third chapter exemplifies and analyses Wyatt’s aesthetics of recognitions, which turns out to be Gaddis’s own aesthetics in the making of his fiction.
Resumo O romance The Recognitions (Os Reconhecimentos) do escritor norte-americano William Gaddis é um texto auto—reflexivo que retrata a trajetória de Wyatt Gwyon da infância à maturidade, na medida em que ele rejeita e busca a originalidade. O presente trabalho analisa The Recognitions enfocando a problematização dos conceitos de originalidade e autoria propostos pelo romance através de debates sobre a falsificação e o plágio, que remetem a duas noções maiores e mais importantes: autoria e originalidade. O romance questiona a presente demanda por originalidade e discute a possibilidade de ser original. Ele formula uma estética baseada em reconhecimentos que é defendida no romance e usada pelo autor na tessitura do texto. A fim de atingir seus objetivos, este trabalho apresenta os diferentes conceitos associados aos termos originalidade e original, assim como alguns das principais violações relacionadas a eles na sociedade contemporânea. Também oferece um histórico do desenvolvimento dos conceitos de originalidade e autoria na sociedade ocidental, mostrando a crescente importância da figura do autor e o desenvolvimento paralelo dos conceitos de plágio e direito autoral. Os capítulos seguintes dedicam-se a tentar fornecer um relato do romance enfocando os principais personagens, todos artistas, e também uma análise do romance à luz do background histórico e teórico apresentado nos dois primeiros capítulos. O primeiro desses capítulos de análise enfoca a trajetória de Wyatt e suas concepções artísticas. O segundo os reflexos de Wyatt na narrativa, que reforçam a estrutura auto-reflexiva do romance. E o terceiro exemplifica e analisa a estética de Wyatt baseada na noção de reconhecimento, que nada mais é do que a própria estética usada por Gaddis na composição de sua ficção.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/4507
Arquivos Descrição Formato
000501973.pdf (896.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.