Repositório Digital

A- A A+

Do sabor de contar histórias ao saber sobre a história para o ouvinte : estudo sobre a contribuição da contação de histórias ao desenvolvimento do pensamento na criança

.

Do sabor de contar histórias ao saber sobre a história para o ouvinte : estudo sobre a contribuição da contação de histórias ao desenvolvimento do pensamento na criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do sabor de contar histórias ao saber sobre a história para o ouvinte : estudo sobre a contribuição da contação de histórias ao desenvolvimento do pensamento na criança
Autor Follador, Simone Fátima Halabura
Orientador Collares, Darli
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Desenvolvimento cognitivo
Ensino fundamental
Epistemologia genética
Hora do conto
Pensamento operatório
[es] Contación de histórias
[es] Desarrollo del niño
[es] Escuela primaria
[es] Pensamiento operacional
Resumo Esta dissertação tem como foco o estudo da contribuição da contação de histórias no desenvolvimento do pensamento na criança. Tendo a Epistemologia Genética como base teórica, pude vislumbrar, no meu fazer de contadora de histórias e professora, a possibilidade de também me constituir como pesquisadora, buscando, nas significações realizadas pelos meus alunos em relação às histórias que eu contava, possibilidades de compreender o percurso de seu pensamento. A investigação foi realizada com um grupo de alunos do 1º ano do Ensino Fundamental de 9 anos, de uma escola privada do município de Porto Alegre, na qual atuei como professora, em 2010. A contação de histórias, através do tempo e no espaço de sala de aula, torna-se elemento importante no estudo da constituição do sujeito que, entre pares e no convívio social, aprende a significar os acontecimentos e a acolher o ponto de vista do outro, enquanto constrói estruturas próprias do pensamento operatório.
Resumen Esta disertación tiene como objetivo principal el estudio de la contribución del contar historias – aquí: “contación de histórias” – en el desarrollo del pensamiento de los niños. Teniendo la Epistemología Genética como base teórica, pude vislumbrar, en mis hechos como “contadora” de historias y profesora, la posibilidad de también constituirme como investigadora, buscando, en las significaciones realizadas por mis alumnos en relación a las historias que contaba, posibilidades de comprender la ruta de su pensamiento. La investigación fue realizada con un grupo de estudiantes del 1er año del Enseñanza Fundamental de 9 años, de una escuela privada en Porto Alegre, en la cual fui profesora, en 2010. La “contación” de historia, a través del tiempo y en el espacio del aula, se vuelve elemento importante en el estudio de la constitución del sujeto que, entre pares y, en la convivencia social, aprende a significar los acontecimientos y a acoger el punto de vista de otros, mientras construye estructuras propias del pensamiento operacional.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49019
Arquivos Descrição Formato
000826581.pdf (1.015Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.