Repositório Digital

A- A A+

"Eu vi elas dando o peito e eu não podia dar!" : representações e práticas de mulheres vivendo com HIV/AIDS sobre o aleitamento materno

.

"Eu vi elas dando o peito e eu não podia dar!" : representações e práticas de mulheres vivendo com HIV/AIDS sobre o aleitamento materno

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Eu vi elas dando o peito e eu não podia dar!" : representações e práticas de mulheres vivendo com HIV/AIDS sobre o aleitamento materno
Outro título “I saw the other moms nursing their babies but i couldn't”!: the representations and practices of breastfeeding by women living with HIV/Aids
Autor Joaquim, Joelma Marísia Firmone
Orientador Knauth, Daniela Riva
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto AIDS
Aleitamento materno
Amamentação
Antropologia da saúde
HIV
Maternidade
Mulher
Porto Alegre (RS)
Representações sociais
[en] Breastfeeding
[en] Maternity
[en] Social representations
Resumo Este estudo visa compreender o significado da experiência de não amamentar para as mulheres HIV+ atendidas em um serviço especializado da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Tendo como objeto de análise as representações sociais das mulheres HIV+ diante da não amamentação, com vista à compreensão do seu cotidiano e das estratégias desenvolvidas para fazer frente à restrição de aleitamento “natural”. O pressuposto da pesquisa é de que as mulheres soropositivas para o HIV enfrentam vários constrangimentos relacionados não apenas à sua soropositividade, como também relacionadas a um conjunto de prescrições que devem ser seguidas para à manutenção da sua saúde e do seu bebê. As principais conclusões apontam que o leite materno é considerado pelas mulheres o alimento mais adequado para o recém-nascido pelas qualidades nutritivas e os benefícios preventivos contra doenças. Essa percepção é influenciada pelas campanhas de saúde pública que incentivam o aleitamento e o associam ao “amor, carinho e saúde”, considerando negligentes as mulheres que não amamentam em função de adotarem um comportamento contrário ao esperado por uma “boa mãe”. No seio da família existem mecanismos para questionar simbolicamente o papel de “boa mãe”, através da pressão para que a mulher dê o peito e da pressão para que a criança seja amamentada por outra mulher. As representações associadas ao leite materno tornam a amamentação uma prática que ultrapassa o âmbito privado, passando a dizer respeito não apenas à mulher, como também à família e à sociedade em geral.
Abstract The aim of this study is to consider the experiences of HIV positive mothers who have been asked by medical caregivers to refrain from the practice of breastfeeding. These women are patients of the special public health care system in the city of Porto Alegre, capital of the Brazilian state of Rio Grande do Sul. The objects of our analysis are the daily social representations and strategies developed by these mothers in response to this restriction regarding “natural” feeding. Our hypothesis is that HIV positive mothers regularly face awkward situations that arise not only because their illness but also because of the advice given by caregivers in order to protect the health of mother and child. One of our first conclusions is that, for these women, breast milk is indeed seen as the most adequate form of nutrition for their newborn babies because of supposed nutritional and immunological properties. This shared perception has been further reinforced by public health campaigns that encourage breastfeeding by associating the practice with concepts such as love, affection and health. In their homes, they feel the pressure of these same values and expectations being reproduced by relatives and friends. Thus, we observe breast milk transcending bodies and transversing social spaces to include family and society in these mother’s very private.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49160
Arquivos Descrição Formato
000826600.pdf (564.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.