Repositório Digital

A- A A+

Biomonitoramento em trabalhadores do setor coureiro-calçadista do Rio Grande do Sul

.

Biomonitoramento em trabalhadores do setor coureiro-calçadista do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Biomonitoramento em trabalhadores do setor coureiro-calçadista do Rio Grande do Sul
Autor Ancines, Camile Alves
Orientador Kvitko, Katia
Co-orientador Rohr, Paula
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Genotoxicidade
Resumo A indústria calçadista desempenha um importante papel na economia brasileira, gerando cerca de 300 mil empregos diretos. O Rio Grande do Sul é responsável por 37% do total de pessoas ocupadas assalariadas na fabricação de calçados, sendo a região do Vale do Rio dos Sinos (RS) o maior pólo produtor de calçados do Brasil, concentrando 40% da produção de calçados. Os sistemas de metabolização e reparo de DNA são importantes moduladores dos efeitos da exposição a substâncias genotóxicas. O presente estudo teve como objetivo principal avaliar a influência dos polimorfismos em genes de reparo: OGG1*Ser326Cys, XRCC1*Arg194Trp, XPD*Ile199Met, XPD*Asp312Asn, Rad51*G135C e XRCC4*Ile401Thr, nos níveis de danos ao DNA em trabalhadores do setor coureiro-calçadista. A genotipagem destes polimorfismos foi realizada utilizando a técnica de PCR/RFLP. Os danos no DNA foram avaliados pelas técnicas de Ensaio Cometa (Índice de Danos – ID e Freqüência de Danos - FD) e Teste de Micronúcleo (MN) em 93 indivíduos (10 mulheres e 83 homens), sendo 29 trabalhadores de fábrica de sapatos (TFS) e 29 trabalhadores de curtumes (TC), ambos da região do Vale do Rio dos Sinos (RS). As análises estatísticas de índice de dano (ID), frequência de dano (FD) e micronúcleo (MN) entre os diferentes genótipos foram realizadas com o teste não paramétrico de Mann-Whitney. No grupo exposto dos TC, indivíduos com presença do alelo polimórfico XRCC1*194Trp apresentaram aumento significativo em ID e FD em relação aos indivíduos do mesmo grupo com o genótipo selvagem (P=0,033 e P=0,047, respectivamente). O mesmo foi observado com a presença do genótipo Rad51 C/ – em relação ao genótipo Rad51 G/G (P=0,017 para ID e P=0,036 para FD). No grupo não-exposto, foi observada uma diferença significativa no ID (P=0,041), sendo que indivíduos com o genótipo XPD Gln/ – apresentaram melhores resultados para este biomarcador. No grupo exposto dos TFS, os indivíduos com genótipo de XRCC4 selvagem (Ile/Ile) tiveram frequências de MN em mucosa oral significativamente menores em relação aos indivíduos com a presença do alelo mutante (Thr/ –), com P=0,035. Os resultados demonstram que os danos detectados pelo Ensaio Cometa, principalmente danos oxidativos, quebras de fita simples e dupla, crosslinks DNA-DNA e DNA–proteína, causados pela exposição a substâncias encontradas nos curtumes, são reparados preferencialmente pela via de reparo por excisão de base (BER), que é responsável pela reparação de pequenas lesões como bases oxidadas ou reduzidas, e pela via de reparo por recombinação homóloga (HR), que atua no reparo de quebras de fita dupla. Enquanto que no reparo dos danos detectados no Teste de MN, clastogênese e aneugênese, provocados pela exposição ao ambiente de trabalho de fábricas de calçados, é a via de reparo por recombinação não homóloga (NHEJ), que também atua no reparo de quebras de fita dupla.
Abstract The footwear industry has a important role in the Brazilian economy, and employ directly about 300 thousand workers. The Rio Grande do Sul state accounts for 37% of total employed persons in the manufacture of footwear, and the Sinos River Valley (RS) is the largest footwear producers in Brazil, concentrating 40% of footwear production. The metabolizing and DNA repair are important modulators of effects exposure to genotoxic substances. The aim of present study was evaluated the influence of repair genes polymorphisms OGG1*Ser326Cys, XRCC1*Arg194Trp, XPD*Ile199Met, XPD*Asp312Asn, Rad51*G135C e XRCC4*Ile401Thr in the DNA damage of footwear workers. The genotyping was performed using PCR/RFLP. The DNA damage was detected by Comet Assay (Damage Index – DI and Damage Frequency – DF) and Micronucleus Test (MN) in 93 subjects (10 women and 83 men), of these 29 footwear workers (FWW) and 29 tannery workers (TW) , both from Sinos River Valley. Statistical analysis of ID, FD and MN between the different genotypes were performed using the nonparametric Mann-Whitney test. The TW group, individuals with XRCC1*194Trp allele presents a statistical increase in DI and DF I relation to individuals of the same group with wild genotype (P=0.033 e P=0.047, respectively). The same was observed with the presence of Rad51 C/ – genotype in relation of Rad51 G/G wild genotype (P=0.017 to DI and P=0.036 to DF). In non-exposed group, was observed a statistical difference in DI (P=0.041), so that individuals with XPD Gln/ – presents better results to this biomarker. In FWW group, individuals with the XRCC4 wild genotype (Ile/Ile) presents significatively lower frequencies of MN in mucosa oral cells in relation to individuals with mutant allele (Thr/ –), with P=0.035. The results show that DNA damage detected by Comet Assay, mainly oxidative damage, DNA strand breaks, DNA-DNA and DNA-protein crosslinks, due to exposure to substances of tannery are rather repaired by BER pathway, that is responsible to repair of small lesions such as oxidizes and reduced bases, and by RH pathway, which acts in DNA breaks repair. While the repair of damage detected by MN Test, clastogenese and aneugenese, caused by exposure to the work environment of shoe factories, is the NHEJ pathway, which acts in the repair of double strand breaks.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49207
Arquivos Descrição Formato
000829593.pdf (660.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.