Repositório Digital

A- A A+

Investigação da variabilidade molecular do Enhancer HACNS1 em diferentes populações humanas

.

Investigação da variabilidade molecular do Enhancer HACNS1 em diferentes populações humanas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Investigação da variabilidade molecular do Enhancer HACNS1 em diferentes populações humanas
Autor Silveira, Alvaro Ortacio
Orientador Bortolini, Maria Cátira
Co-orientador Hunemeier, Tábita
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Genética de populações
Resumo O enhancer HACNS1 compreende uma região de 546 pares de base altamente conservada na maioria dos vertebrados terrestres. Em humanos esta região acumula 16 mutações específicas surgidas após a separação das linhagens humano-chimpanzé. Trabalhos recentes têm discutido se este acúmulo de mutações ocorreu por seleção positiva ou por uma conversão gênica enviesada. Neste trabalho, estudamos 83 ameríndios do sul, 11 esquimós e seis africanos subsaarianos, e nestes não foram encontrados variações nesta região do DNA. Este resultado favorece a idéia de que tenha ocorrido uma seleção positiva no passado e de uma seleção conservativa no presente, como o esperado para uma região com influências nos traços como o polegar opositor, destreza manual e locomoção bípede vista na linhagem humana.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49223
Arquivos Descrição Formato
000828520.pdf (776.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.