Repositório Digital

A- A A+

Câncer de mama : mortalidade crescente na região sul do Brasil entre 1980 e 2002

.

Câncer de mama : mortalidade crescente na região sul do Brasil entre 1980 e 2002

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Câncer de mama : mortalidade crescente na região sul do Brasil entre 1980 e 2002
Outro título Increase in breast cancer mortality in southern Brazil from 1980 to 2002
Autor Gonçalves, Andrea Teixeira Cadaval
Jobim, Paulo Fernandes Costa
Vanacor, Roberta
Nunes, Luciana Neves
Albuquerque, Isabella Martins de
Bozzetti, Mary Clarisse
Resumo O câncer de mama é apontado como o tipo de câncer mais prevalente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, observando-se diferenças inter-regionais. Foi realizado um estudo ecológico de série temporal (1980-2002) na Região Sul, com dados anuais do Departamento de Informação e Informática do SUS (DATASUS), para avaliar o comportamento do coeficiente de mortalidade por câncer de mama, padronizado por idade. Utilizou-se regressão linear simples e múltipla para estimar as taxas de mortalidade e as diferenças entre os três Estados. O Rio Grande do Sul parte de um patamar mais elevado e apresenta maior taxa média de mortalidade (14,45), sendo significativamente diferente (p < 0,001) quando comparado com Santa Catarina (8,93) e Paraná (9,95). Observou-se um aumento anual de 0,47 óbito na taxa de mortalidade por câncer de mama, independente do Estado. Conclui-se que há uma tendência similar de aumento da mortalidade por câncer de mama nos três Estados da Região Sul, com índices significativamente maiores no Rio Grande do Sul, enfatizando-se a importância da identificação dos fatores relacionados a esse quadro alarmante e o estabelecimento de medidas efetivas a fim de reverter esses números.
Abstract Breast cancer is the most prevalent form of cancer in the world. Breast cancer mortality rates are high in Brazil and show striking variations between geographic regions. A time-trend ecological study was performed in Southern Brazil from 1980 to 2002. Data were collected from the Mortality Information System (Ministry of Health) to assess age-standardized mortality rates. Linear regression for mortality time-trend analysis and multiple regression for mortality differences among three States were calculated. The highest mean mortality rate (14.45) was observed in Rio Grande do Sul, significantly greater (p < 0.001) than in Santa Catarina (8.93) and Paraná (9.95). An annual increase of 0.47 in the mortality rate was observed in the three States of Southern Brazil. According to these results, the South of Brazil and especially the State of Rio Grande do Sul showed a significant upward trend in breast cancer mortality. Continued efforts are needed to help explain these numbers and reverse the present situation.
Contido em Cadernos de saúde pública. Rio de Janeiro. Vol. 23, n. 8 (ago. 2007), p. 1785-1790
Assunto Estatistica aplicada : Medicina
[en] Breast neoplasms
[en] Mortality rate
[en] Women's Health
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/49528
Arquivos Descrição Formato
000598756.pdf (166.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.