Repositório Digital

A- A A+

A distribuição do níquel em perfis de alteração de rochas ultramáficas, Complexo Cambaizinho, Bloco São Gabriel, RS

.

A distribuição do níquel em perfis de alteração de rochas ultramáficas, Complexo Cambaizinho, Bloco São Gabriel, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A distribuição do níquel em perfis de alteração de rochas ultramáficas, Complexo Cambaizinho, Bloco São Gabriel, RS
Autor Souza, Thamy Lara de
Orientador Dani, Norberto
Remus, Marcus Vinicius Dorneles
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Geoquímica
Petrografia
Santa Margarida do Sul (RS)
[en] Cambaizinho complex
[en] Nickel
[en] Serpentinites
[en] Ultramafic rocks
Resumo Na região do Arroio Cambaizinho situada entre os municípios de São Gabriel e Vila Nova do Sul, no Bloco São Gabriel, Rio Grande do Sul (RS), encontram-se rochas de idades Neoproterozóicas (700-750 Ma) da seqüência máfica a ultramáfica, constituídas por serpentinitos, xistos magnesianos, metabasaltos, anfibolitos e metagabros que compõem o Complexo Cambaizinho. Essa seqüência foi transformada por metamorfismo da Fácies Anfibolito e posteriormente, por metassomatismo influenciado pelo retrometamorfismo da Fácies Xisto Verde, estas rochas ainda sofreram, ao longo do tempo, alteração supergênica. O elemento níquel (Ni) é compatível com as rochas de composição básica a ultrabásica e concentra-se principalmente na olivina, migrando na fase de alteração metassomática para os minerais do grupo da serpentina, como a lizardita, antigorita e crisotilo. Nas regiões norte e centro oeste do Brasil as rochas máficas e ultramáficas serpentinizadas e alteradas, concentram teores elevados de Ni, que são explorados econômicamente. No RS ainda não há dados suficientes sobre a concentração do Ni nas rochas ultramáficas e nos seus perfis de alteração. Portanto, foram amostrados perfis de alteração em serpentinitos e xistos magnesianos da sequência máfica a ultramáfica, desde a rocha fonte até o saprólito com o objetivo de analisar a química, a mineralogia e as principais texturas, através de métodos como a análise química de rocha total, difratometria de Raios X, espectroscopia de infravermelho, petrografia e microscopia eletrônica de varredura. Com os resultados dessas análises foi possível caracterizar a mineralogia e identificar as diferentes fases das alterações nos perfis, caracterizar a distribuição do Ni em alguns minerais, comparar os perfis do serpentinito com o do xisto magnesiano e correlacionar os resultados obtidos com os perfis lateríticos de Ni no Brasil.
Abstract Mafic to Ultramafic Cambaizinho Complex is a Neoproterozoic rock sequence with serpentinites, magnesian schist, metabasalts, amphibolites and metagabbros that outcrop in the region of Cambaizinho River, near the cities of Vila Nova do Sul and São Gabriel, in Rio Grande do Sul, Brazil. It is a geological unit from Rio Grandense Precambrian Shield with a complex history of superimposed metassomatism, metamorphism and weathering. The chemical element nickel (Ni) normally is enriched in rocks with basic to ultrabasic composition associated to primary igneous minerals as olivine. During the metassomatic alteration and metamorphism, nickel can migrate to serpentine minerals as lizardite, antigorite or chrysotile. In the north and central Brazil occurrences, similar serpentinized mafic to ultramafic rocks are anomalous in nickel concentration, which are economically exploited in some massifs. This project intends to acquire initial information about the nickel behavior in ultramafic rocks and weathering profiles of Rio Grande Sul. Two profiles developed in serpentinite and magnesian schist from Cambaizinho Complex was studied During the field work it was looked to in situ profiles with a complete sequence from unaltered rock to upper soil. Chemical composition and mineralogy was determined by X-ray fluorescence, ICP-MS, X-ray diffraction, infrared spectroscopy, optical microscopy and electronic scanning microscopy. Results were used to verify nickel distribution along the profile and trace similarities with ultramafic massifs that contain nickel in other ocuurrences of Brazil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/49676
Arquivos Descrição Formato
000837890.pdf (4.161Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.