Repositório Digital

A- A A+

Prevalência do uso de capacete por ciclistas nos fins de semana e feriados na cidade de Porto Alegre

.

Prevalência do uso de capacete por ciclistas nos fins de semana e feriados na cidade de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência do uso de capacete por ciclistas nos fins de semana e feriados na cidade de Porto Alegre
Autor Silva, Georgia Regina S. da
Orientador Wagner, Mario Bernardes
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Acidentes de trânsito
Ciclismo
Dispositivos de proteção da cabeça
Porto Alegre (RS)
Prevalência
[en] Bicycling
[en] Head injury
[en] Helmets
[en] Prevalence
[en] Traffic accidents
Resumo Introdução: Acidentes com ciclistas podem ser bastante sérios especialmente pela possibilidade de trauma cranioencefálico grave. Métodos: O objetivo desse trabalho foi estimar a prevalência do uso de capacetes por ciclistas nos finais de semana e feriados na cidade de Porto Alegre. Durante os finais de semana e feriados da primavera de 2007, foi realizado um estudo transversal. 969 ciclistas foram incluídos na amostra. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética do Grupo de Pesquisa e Pós-Graduação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Resultados: A prevalência do uso de capacetes pelos ciclistas foi de 5,6% (IC 95% 4,5 a 7,5). Os ciclistas mais jovens (idade ≤ 20 anos) tiveram uma prevalência menor do uso do capacete, quando comparados à observada entre os demais ciclistas (idade > 20 anos), (P< 0,001; 2,1% vs. 7,8%, respectivamente). Discussão: Embora esse estudo tenha sido realizado em fins de semana e feriados, quando se espera que a prevalência do uso do capacete seja maior, nós encontramos somente 5,6% dos ciclistas utilizando esse equipamento de proteção. Medidas educativas e iniciativas que reduzam o preço de tais equipamentos poderiam trazer benefícios consideráveis para a saúde dessa população.
Abstract Introduction: Accidents involving cyclists can be very serious, especially due to the possibility of severe traumatic brain injury. Methods: The objective of this work was estimate the prevalence of helmet use among cyclists in weekends and holidays in the city of Porto Alegre. During the spring of 2007 we conducted a cross-sectional study involving 969 cyclists. The survey was carried out during weekends and holidays on 20 randomly distributed observation sites around the city. The Ethics Committee of the Research and Pos-Graduation Group of Hospital de Clínicas de Porto Alegre approved this study. Results: The observed prevalence of helmet use was 5.6% (IC 95% 4.5 a 7.5). Younger cyclists (age ≤ 20 years) had a lower prevalence of helmet use than that observed among older cyclists (age > 20 years), (P< 0.001; 2.1% vs. 7.8%, respectively). Discussion: Although this study was carried out on weekends and holidays, when the prevalence of helmet use was expected to be higher, we found only 5.6% of cyclist using this protective device. Educational measures and incentives to reduce the price of such equipment could bring considerable benefits to the safety and health of cyclists in this population.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/52951
Arquivos Descrição Formato
000851140.pdf (1.576Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.