Repositório Digital

A- A A+

Efeito de sistemas de pastejo sobre o desempenho e o comportamento de suínos em crescimento e terminação, mantidos em pastagem de trevo-branco (Trifolium repens L.)

.

Efeito de sistemas de pastejo sobre o desempenho e o comportamento de suínos em crescimento e terminação, mantidos em pastagem de trevo-branco (Trifolium repens L.)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito de sistemas de pastejo sobre o desempenho e o comportamento de suínos em crescimento e terminação, mantidos em pastagem de trevo-branco (Trifolium repens L.)
Autor Leite, Denyse Maria Galvão
Orientador Saibro, Joao Carlos de
Co-orientador Silva, Marcelo Abreu da
Data 2004
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Comportamento animal
Pastejo
Performance
Suíno
Trevo branco
Resumo O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes sistemas de pastejo (contínuo, alternado e rotativo) sobre o desempenho e o comportamento de suínos, assim como, sobre a disponibilidade e a composição química do trevo-branco (Trifolium repens L.). Foram utilizados 48 suínos machos, castrados, com peso médio inicial de 27 kg, sendo doze mantidos em sistema confinado, os quais foram utilizados como tratamento testemunha. Os animais foram distribuídos em um delineamento de blocos casualizados, com três tratamentos e três repetições. Não foram observadas diferenças significativas (P>0,05) entre os sistemas de pastejo nas características de desempenho e de disponibilidade. No entanto, foram observadas diferenças significativas (P<0,05) da composição química da pastagem entre os sistemas de pastejo estudados. Verificou-se que os suínos em sistemas de pastejo contínuo, alternado e rotativo consumiram de 13% a 17% a menos de ração (P<0,05) e apresentaram menores ganhos de peso (P<0,05) e espessura de toucinho (P<0,05) do que os suínos criados em confinamento. Não foram observadas diferenças significativas (P>0,05) na conversão alimentar entre os suínos mantidos em confinamento e sobre pastagem. Deitar, beber água, ingerir ração, pastejar e caminhar foram as atividades que apresentaram maiores freqüências de ocorrência, independente dos sistemas de pastejo estudados. Houve efeito significativo dos sistemas de pastejo sobre a atividade de ingerir ração (P=0,0186) e interação de sistema x dia de observação para as atividades de deitar (P=0,0345) e pastejar (P=0,0678).
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/5405
Arquivos Descrição Formato
000425775.pdf (2.459Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.