Repositório Digital

A- A A+

Mulheres e masculinidades : etnografia sobre afinidades de gênero no contexto de parcerias homoeróticas entre mulheres de grupos populares em Porto Alegre

.

Mulheres e masculinidades : etnografia sobre afinidades de gênero no contexto de parcerias homoeróticas entre mulheres de grupos populares em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mulheres e masculinidades : etnografia sobre afinidades de gênero no contexto de parcerias homoeróticas entre mulheres de grupos populares em Porto Alegre
Autor Meinerz, Nádia Elisa
Orientador Knauth, Daniela Riva
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia social.
Assunto Antropologia social
Grupos populares
Homossexualidade feminina
Masculinidade
Mulheres
Porto Alegre (RS)
Relações de gênero
Relações homoafetivas
Sexualidade
[en] Homosexuality
[en] Jeitão
[en] Masculinity
[en] Popular groups
[en] Women
Resumo A presente tese versa sobre as expressões de masculinidade produzidas em corpos de mulheres no contexto das relações homoeróticas em grupos populares. Ela parte de uma pesquisa etnográfica realizada entre 2008 e 2010, na região metropolitana de Porto Alegre. O trabalho de campo foi organizado a partir da inserção nas redes de relações de duas ativistas lésbicas e contou com a colaboração de trinta mulheres, entre 25 e 64 anos, predominantemente casais. A partir desse material, descrevo a masculinidade como um atributo corporal das mulheres, que não constitui, no entanto, uma identidade de gênero específica. Pelo contrário, ela expressa uma articulação particular entre sexo e gênero, a qual se materializa corporalmente através de uma composição de masculino e feminino. A tese é construída a partir de três movimentos. O primeiro concerne à caracterização teórico-metodológica da variação de gênero, considerando três diferentes possibilidades de análise que perpassam a literatura sobre sexualidade. O segundo é baseado na reconstrução etnográfica de relatos autobiográficos de três personagens que nasceram entre o final da década de 1940 e o início de 1950, cujas trajetórias ilustram as transformações nas relações de gênero da segunda metade do século passado. Nessas narrativas, a sexualidade aparece como elemento secundário na apresentação que elas fazem de si mesmas, visto que sempre se encontra entrelaçada às esferas da família e do trabalho. Um terceiro movimento se organiza em torno da descrição do jeitão, categoria êmica privilegiada por parte das interlocutoras para relacionar os seus contornos corporais com a preferência sexual por mulheres. Esta categoria articula um conjunto de afinidades com determinadas práticas esportivas e laborais com as expectativas de masculinidade que perpassam os arranjos conjugal-familiares. Por fim, a reivindicação do respeito para com esse jeito de ser indica uma mediação entre elementos relacionais e aspectos relativos à individualidade.
Abstract This thesis is about masculinity expressions produced in female bodies in the context of homoerotic relations in popular groups. It started with an ethnographic research that was accomplished from 2008 to 2010 in the metropolitan area of Porto Alegre. The fieldwork was organized by the insertion of two lesbian activists relation networks and counted with the collaboration of 30 women, aged 25 to 64, mostly couples. Having collected this material, I describe masculinity as a body attribute of the women; however, it does not constitute an specific gender identity. Otherwise, masculinity expresses a particular articulation between sex and gender, which is materialized in the body through a male and female composition. The thesis is constructed on three basis. The first one concerns to the theoretical and methodological characterization of the gender variation, considering three different analytical possibilities presented by the literature about sexuality. The second one is based on the ethnographic reconstruction of three characters that were born in the period from the end of the 1940s and the beginning of the 1950s, whose trajectories illustrate transformations of the gender relations in the second half of the past century. In these narratives, sexuality comes up as a secondary element when the characters present themselves; it is always interlaced with the family and job domains. The third one is organized around the description of jeitão, emic category privileged by the interlocutors in order to establish a relation between the body contours and the sexual preference for women. This category articulates a set of affinities with specific work and sportive activities and masculinity expectations that are present in the marital and familiar arrangements. Finally, the claim of respect for this way of being indicates a mediation process between relational elements and aspects of individuality.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/54072
Arquivos Descrição Formato
000837532.pdf (1.141Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.