Repositório Digital

A- A A+

Medidas de associação em estudos epidemiológicos : risco relativo e odds ratio

.

Medidas de associação em estudos epidemiológicos : risco relativo e odds ratio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Medidas de associação em estudos epidemiológicos : risco relativo e odds ratio
Autor Wagner, Mario Bernardes
Callegari-Jacques, Sidia Maria
Resumo Objetivos: Descrever os aspectos essenciais do risco relativo e do odds ratio, incluindo fórmulas para o cálculo de intervalos de confiança. Métodos: Revisão de diversos livros de epidemiologia, bioestatística e artigos selecionados. Resultados: O risco relativo (RR) é uma medida da força da associação entre um fator de risco e o desfecho em um estudo epidemiológico. É definido como sendo a razão entre a incidência entre indivíduos expostos pela incidência entre os não-expostos. É usualmente utilizado em estudos de coorte. O odds ratio é uma estimativa do risco relativo. Possui a mesma interpretação, apesar de ser baseado em uma fórmula diferente. Esta medida é particularmente indicada para estudos de caso-controle. Outras medidas de associação encontradas na literatura epidemiológica e rapidamente definidas neste artigo incluem a razão de prevalências, o risco atribuível, o risco atribuível na população, a fração atribuível na poulação, a redução do risco relativo e o número necessário a tratar. Conclusão: As medidas de associação baseadas em razões, como o risco relativo e o odds ratio, fornecem dados sobre a força da associação entre o fator em estudo e o desfecho, permitindo que se faça um julgamento sobre uma relação de causalidade. Assim, o risco relativo e o odds ratio são as medidas de escolha para estudarmos os possíveis determinantes das doenças, sendo freqüentemente utilizados em estudos de coorte e de caso-controle, respectivamente. Medidas como a redução do risco relativo e o número necessário a tratar auxiliam na avaliação de estudos de intervenção. Por outro lado, medidas como o risco atribuível e suas frações populacionais são mais úteis em contextos de saúde pública e planejamento de ações de saúde, uma vez que são fundamentais para que se possa avaliar qual o impacto de um fator de risco sobre uma população e quais as possíveis repercussões de sua remoção. Todas estas medidas de associação, com suas características específicas, são instrumentos essencias para a realização de estudos epidemiológicos analíticos.
Abstract Objective: To describe the essential aspects of the relative risk and odds ratio, including formulae for confidence intervals. Methods: Review of a number of epidemiology and biostatistics textbooks and selected articles. Results: The relative risk is a measure of the strength of the association between the risk factor and the outcome in an epidemiological study. It is defined as the ratio of the incidence among exposed individuals by the incidence among non-exposed. It is usually calculated in cohort studies. The odds ratiois an estimate of the relative risk. It has the same interpretation, although based in a different formula. This measure of association is particularly suited for case-control studies. Additional measures of association found in the epidemiological literature and defined in this paper include prevalence ratio, attributable risk, population attributable risk, population attributable fraction, relative risk reduction and number needed to treat. Conclusion: Measures of association based on ratios represent the strength of the relationship between the risk factor and the outcome and provide information that can be used to evaluate causality. Therefore, the relative risk and the odds ration can be used to study the determinants of disease. These two measures are frequently used in cohort and case-control studies, respectively. Measures such as the relative risk reduction and the number needed to treat are commonly used in intervention trials. On the other hand, attributable risk and its populational fractions have an important public health perspective and are essential to evaluate the impact of a risk factor in a population. Measures of association in general are useful tools for analytic epidemiological studies.
Contido em Jornal de pediatria. Rio de Janeiro. Vol. 74, no. 3 (1998), p. 247-251.
Assunto Epidemiologia : Pesquisa populacional : Estudos analiticos : Medidas de escolha : Risco relativo : Odds ratio
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/54354
Arquivos Descrição Formato
000246332.pdf (128.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.