Repositório Digital

A- A A+

Fatores de risco para suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor aos 12 meses de vida

.

Fatores de risco para suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor aos 12 meses de vida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de risco para suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor aos 12 meses de vida
Autor Halpern, Ricardo
Victora, Cesar Gomes
Barros, Fernando C.
Horta, Bernardo Lessa
Giugliani, Elsa Regina Justo
Resumo Objetivo: Verificar a prevalência de suspeita de atraso no desenvolvimento neuropsicomotor aos 12 meses nas crianças nascidas em Pelotas, RS, em 1993, e seus possíveis determinantes. Métodos: Uma amostra de 20% (1.363 crianças) de uma coorte de crianças nascidas nos hospitais de Pelotas, RS, durante o ano de 1993, foi avaliada aos 12 meses quanto ao desenvolvimento neuropsicomotor, através da aplicação do teste de Denver II. As crianças que tiveram dois ou mais itens de falha no teste foram consideradas suspeitas de apresentarem atraso no desenvolvimento. As variáveis independentes escolhidas pertenciam a diferentes níveis de determinação de atraso, conforme modelo teórico hierarquizado (socioeconômico, reprodutivo e ambiental, condições ao nascer, atenção à criança, nutrição e morbidade). A análise foi realizada utilizando-se o X2 de Mantel-Haenszel e técnica multivariada através de regressão logística, com o objetivo de controlar possíveis fatores de confusão. Resultados: Das 1.363 crianças avaliadas aos 12 meses, 463 (34%) apresentaram teste de Denver II suspeito de atraso no desenvolvimento. Na análise multivariada, após controle de variáveis de confusão, verificou-se que as crianças que tinham maior risco de suspeita de atraso em seu desenvolvimento foram: as mais pobres (OR= 1,5), as que haviam nascido com mais baixo peso (OR= 4,0), as que apresentaram idade gestacional menor do que 37 semanas (OR= 1,6), as que tinham mais de três irmãos (OR= 1,9) e as que haviam recebido leite materno por menos de três meses (OR=1,6) ou não haviam sido amamentadas (OR= 1,9). As crianças que apresentaram um índice peso/idade aos seis meses menor ou igual a –2 desvios-padrão da referência tiveram um risco dez vezes maior de suspeita de atraso no desenvolvimento. Conclusões: Este estudo reforça a característica multifatorial do desenvolvimento e o conceito de efeito cumulativo de risco. Na população estudada, a parcela mais desfavorecida acumula os fatores (sociais, econômicos e biológicos) que determinam uma maior chance de atraso no desenvolvimento das crianças.
Abstract Objective: To investigate the prevalence of positive screening test for developmental delays in a cohort of children born in Pelotas, Brazil in 1993, and their risk factors. Methodology: A sample of 20% (1,363 children) of a cohort of children born in Pelotas, Brazil, was studied at 12 months of age regarding their development. The Denver II Test was used. The children who failed in two or more items of the test were suspected of having development delay. A set of independent variables was chosen taking into account the hierarchical relations between risk factors according to the conceptual framework (socioeconomic, reproductive and environmental, birth conditions, children’s care, nutrition and morbidity). Analyses were performed using Mantel- Haenszel X2 and multivariate technique through conditional logistic regression, to control for possible confounding. Results: At 12 months of age, 34% (463) of the total of 1,363 children failed in the screening test. After adjusting for possible confounding variables, failure was associated with family lower income children (OR= 1, 5), very low birth weight (OR= 4,0), gestational age less than 37 weeks (OR= 1,6), more than three siblings (OR= 1,9), and duration of breastfeeding less than three months (OR=1,6), or no breastfeeding (OR= 1,9). Children who presented weight/age at six months of age less or equal to –2 z score of the reference population presented a risk 10 times greater of having failure in the Denver II Test. Conclusions: This study reinforces the multiple etiology of development delays and the concept of cumulative risk effect. In this population those who are economically disadvantaged accumulate risk factors (social, economic and environmental) that may render to deficits in their development.
Contido em Jornal de pediatria. Vol. 76, n. 6 (nov./dez. 2000), p.421-428
Assunto Crescimento e desenvolvimento
Criança
Deficiências do desenvolvimento
Fatores de risco
[en] Child development
[en] Denver II Test
[en] Hierarchical model
[en] Risk factors
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/54368
Arquivos Descrição Formato
000295661.pdf (44.80Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000295661-02.pdf (59.97Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.