Repositório Digital

A- A A+

Evidências de gregarismo e construção de toca em Dinodontosaurus turpior (Therapsida, Anomodontia) do Triássico Médio do Rio Grande do Sul, Brasil

.

Evidências de gregarismo e construção de toca em Dinodontosaurus turpior (Therapsida, Anomodontia) do Triássico Médio do Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Evidências de gregarismo e construção de toca em Dinodontosaurus turpior (Therapsida, Anomodontia) do Triássico Médio do Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Bueno, Ana de Oliveira
Orientador Schultz, Cesar Leandro
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Paleoecologia
[en] Burrow making
[en] Dicynodontia
[en] Gregarism
[en] Paleoecology
[en] Taphonomy
Resumo Dicynodontia é o maior e mais diverso grupo dentre os terápsidos anomodontes e teve uma distribuição global. Surgiram no Mesopermiano e desapareceram no Neotriássico, sendo uma das poucas linhagens a sobreviver à extinção em massa Permo-Triássica. Considerados como os consumidores primários de sua época, desenvolveram uma grande diversidade e plasticidade ecológica, atingindo diversos tamanhos. Dinodontosaurus turpior, uma espécie de dicinodonte de grande porte que viveu no Triássico Médio, é aqui proposto como sendo um animal de hábitos gregários e capaz de construir abrigos subterrâneos, com base no estudo de uma associação de dez ou mais indivíduos juvenis de D. Turpior, coletada em 1970 no município de Candelária/RS, pertencente à coleção de Paleovertebrados da UFRGS. Esta agregação é considerada uma evidência de comportamento gregário para a espécie, considerando que a mesma fosse K-estrategista (fêmeas tendo em média um filhote), além de indicar um cuidado parental por parte do bando. O fato da associação ser monotípica e monoespecífica, aliado ao modo de ocorrência dos indivíduos (totalmente completos e articulados, aglomerados muito proximamente entre si ou mesmo parcialmente sobrepostos, com alguns apresentando posições naturais e outros fortemente deformados) sugere que os indivíduos morreram soterrados, provavelmente pelo colapso de um abrigo subterrâneo, embora não existam registros referentes às características da rocha encaixante no momento da coleta. Evidências anatômicas e filogenéticas sugerem que um hábito escavador, herdado de táxons mais basais reconhecidamente fossoriais, é plausível para a espécie, apesar do grande tamanho. Comparações com espécies atuais mostram que a união de hábitos gregários e escavadores pode ser altamente vantajosa para uma espécie, especialmente para os filhotes, pela união do cuidado parental com a construção de abrigos, que servem para proteção contra predadores e para gerar microclimas mais amenos em relação ao ambiente externo.
Abstract Dicynodontia is the greater and most diverse group of therapsid anomodonts, having a global distribution. They lived from Middle Permian to Late Triassic, being one of the few lineages to survive to P-T mass extinction. Considered the primary consumers at their time, they developed a great diversity and ecological plasticity, attained several sizes. Dinodontosaurus turpior, a big sized species of dicynodont from Middle Triassic, is here proposed as an animal with gregarious behavior and capable of digging, based on the analysis of an association formed by ten or more juvenile individuals collected in 1970 at Candelária municipality/RS and housed at UFRGS´s collection. This aggregation is considered an evidence of gregarious behavior considering a K-strategy for the species (one puppy per female), and also indicates parental care from the herd. The association is monospecific and monotipic, composed by specimens totally complete and articulated, closely packed (some of them partially superposed one to another) and showing both natural and distorted anatomical positions, suggesting they died buried, probably due to the collapse of an underground shelter, although does not exist sedimentological records regarding to the collection. Anatomical and phylogenetic evidence suggest that an excavator habit, inherited from more basal taxa that are recognized as fossorial is plausible for the species, despite its large size. Comparisons with current species show that the union of gregarious habits and routers can be highly advantageous to a species, especially for the young, by the union of the parental care with the construction of shelters, which serve to protect them against predators and to generate milder microclimates relative to the external environment.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/54438
Arquivos Descrição Formato
000855850.pdf (3.297Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.