Repositório Digital

A- A A+

A inefetividade da função ressocializadora da pena de prisão no sistema carcerário brasileiro

.

A inefetividade da função ressocializadora da pena de prisão no sistema carcerário brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A inefetividade da função ressocializadora da pena de prisão no sistema carcerário brasileiro
Autor Bianchi, Luciano Passos
Orientador Oliveira Júnior, José Alcebíades de
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de Ciências Jurídicas e Sociais.
Assunto Direito penal : Brasil
Ressocialização
Sistema prisional : Brasil
[en] Criminal law
[en] Pens
[en] Prison regime
[en] Resocialization
Resumo O sistema prisional brasileiro sempre apresentou sérios problemas estruturais, nunca sendo destinatário de verba pública suficiente para equilibrar o caráter preventivo e ressocializatório da pena corporal com os direitos individuais dos apenados, garantidos principalmente pela Constituição Federal. Grande parte da sociedade cobra do Estado, cada vez mais, o efetivo encarceramento dos criminosos, e o agravamento das penas, na intenção de diminuir a sensação geral de impunidade e insegurança. Todavia, os direitos dos apenados raramente entram na discussão. O resultado é ausência de vagas no regime prisional, o que reflete a perda de racionalidade e a inversão das funções legítimas do sistema. Assim, a presente monografia pretende, por meio de um estudo interdisciplinar, analisar a realidade do sistema penal brasileiro, incluindo a do presídio central de Porto Alegre. A seguir, pretende tratar do problema da ressocialização, instituto frequentemente ignorado pelos governantes e pela sociedade. Por fim, objetiva-se demonstrar a tendência do judiciário local, bem como os princípios norteadores e as reais funções de um Direito Penal legítimo.
Abstract The Brazilian prison system always presented serious structural problems, never being addressee of enough public budget to balance the preventive and ressocializative characters of corporal punishment with the individual rights of inmates, mainly guaranteed by the Constitution. Great part of the society charges the state, increasingly, with the effective criminals incarceration and aggravation of punishment, with the intention of reducing the overall feeling of impunity and insecurity. However, the rights of inmates rarely enter the discussion. The result is the absence of vacancies in the prison regime, which reflects the loss of rationality and the reversal of the legitimate functions of the system. Thus, this thesis aims, through an interdisciplinary study, analyze the reality of the criminal justice system, including the Central Prison of Porto Alegre. Then, intended to address the problem of rehabilitation, institute often ignored by the governments and the society. Finally, the objective is to demonstrate the trend of the local judiciary, as well as the guiding principles and the actual functions of a legitimate criminal law.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/54465
Arquivos Descrição Formato
000855624.pdf (541.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.