Repositório Digital

A- A A+

Imagens a partir da vida danificada : cinema em ensaios constelares

.

Imagens a partir da vida danificada : cinema em ensaios constelares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Imagens a partir da vida danificada : cinema em ensaios constelares
Autor Fagundes, Adriano Bier
Orientador Palombini, Analice de Lima
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Adorno, Theodor Wiesengrund, 1903-1969
Cinema
Contemporaneidade
Ensaio
[en] Contemporaneity
[en] Damaged life
[en] Essay
Resumo O presente trabalho consiste na investigação da idéia de “vida danificada” a partir de sua potencial expressão no campo do cinema. Vida danificada – beschädigten Leben – é um termo empregado por Adorno no subtítulo de uma de suas mais importantes obras, Minima Moralia, escrita nos anos 40, ainda antes do término da Guerra, e publicada em 1951. Nela, o autor, um dos representantes da Escola de Frankfurt, oferece um olhar preciso, ao mesmo tempo que assustador, sobre as diversas facetas de nossa cultura e sobre os mecanismos que levaram nossa sociedade a chegar ao estágio que chegou durante o período sombrio da escrita do livro. A idéia de vida danificada não cabe na categoria de conceito, e em nenhum momento Adorno refere-se a ela para delinear uma definição precisa. Simultaneamente, ele lança mão de imagens, cenas e outros tipos de expressões, no labirinto do pensamento, para fazer o texto operar suas idéias da forma mais esteticamente adequada e verdadeira possível. O objetivo do trabalho que se apresenta aqui é justamente, seguindo a esteira do pensamento de autores como Adorno e Benjamin, explorar a idéia de vida danificada, procurando compreender que relação isso tem com a forma como vivemos na contemporaneidade, perante as urgências de nosso tempo e as demandas da cultura. Para tanto, o cinema foi tomado como ferramenta, como lugar possível de encontro com as imagens que surgem a partir da vida danificada. Após uma longa etapa meditativa, onde foram observados centenas de filmes, três foram escolhidos, com o intuito de que se pudesse tecer comentários pertinentes ao cerne da pesquisa: “O Eclipse” [L’Eclisse] (1962), de Michelangelo Antonioni; “O Desprezo” [Le Mépris], de Jean-Luc Godard (1963); e “Um Homem Sério” [A Serious Man], de Joel e Ethan Coen (2009). Cada um dos três filmes foi tomado na sua singularidade e, a partir deles, foram compostos três ensaios, respectivamente, onde foi possível explorar questões de importância ética e estética, tanto imanentes aos filmes, quanto em relação ao conjunto das obras de seus respectivos autores. A opção pelo ensaio enquanto política de apresentação justifica-se pelo fato de ele constituir-se como gênero de escrita consoante com os propósitos desta pesquisa. O ensaio é um texto que se admite como inconcluso, fruto do esforço de lançar-se rumo a um país estrangeiro de idéias, em movimento de errância. A noção de constelação, que Benjamin empregará com destaque no prefácio epistemológico-crítico de “Origem do Drama Barroco Alemão”, também permeia este estudo, funcionando como pressuposto metodológico, produzindo a força de aproximar, pela escrita ensaística, idéias que habitam a mesma órbita. Dessa forma, temas discutidos ao longo do trabalho, como errância, mal, pensamento, incomunicabilidade, expressão, tradução e nostalgia, auxiliam a compor o que se acredita ser ao menos a centelha de imagens desenhadas a partir da vida danificada.
Abstract The present work consists on the search of the idea of “damaged life” from its potential expression in the field of cinema. Damaged life – beschädigten Leben – it’s a term employed by Adorno in the subheading of one of his most important works, Minima Moralia, written in the 40’s, yet before the end of the War, and published in 1951. On it, the author, one of the representatives of the Frankfurt School, offers a precise look, as well as frightening, on different aspects of our culture and on the devices that lead our society to the stage it arrived during the haunting period of the writing of the book. The idea of damaged life doesn’t fit in the category of a concept, and Adorno never refers to it to outline a precise definition. Simultaneously, he applies uses of images, scenes and other kinds of expressions, in the maze of thought, to make the text accomplish his ideas the most aesthetically proper and truest way possible. The goal of the work that it is presented here is precisely, following the step of thought of authors as Adorno and Benjamin, to explore the idea of damaged life, pursuing to understand its relationship to the way we live nowadays, facing the urgencies of our time and the demands of culture. Being so, cinema was taken as a tool, as an eventual place of encounter with the images from damaged life. After a long, meditative, stage, where hundreds of films were observed, three were chosen, with the purpose of composing commentaries fitting to the core of the research: “Eclipse” [L’Eclisse] (1962), by Michelangelo Antonioni; “Contempt” [Le Mépris], by Jean-Luc Godard (1963); and “A Serious Man” (2009), by Joel and Ethan Coen. Each of the three movies was taken in its singularity and, coming from them, three essays were composed, one for each movie, where it was possible to explore questions of ethical and aesthetical importance, both immanently to the films, as in relation to the ensemble of work from its concerning authors. The choice towards the essay as a politics of presentation it is justified by the fact that it is constituted as a writing genre consonant with the purposes of this research. The essay it is a text that recognizes itself as inconclusive, product of the effort of throwing oneself to a country that is foreign in ideas, in a wandering movement. The notion of constellation, which Benjamin will employ underliningly in the epistemological-critic preface of “Origin of German Tragic Drama” also pierces this study, functioning as a methodological key, producing the force of bringing together, through essayistic writing, ideas that inhabit the same orbit. This way, themes discussed throughout this work, as wandering, evil, thought, incommunicability, expression, translation and nostalgia aid to arrange what it is believed to be at least the spark of images drawn from damaged life.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/55424
Arquivos Descrição Formato
000857584.pdf (952.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.