Repositório Digital

A- A A+

A Apropriação do espaço público a partir do estudo das representações sociais no Parque da Redenção em Porto Alegre/RS

.

A Apropriação do espaço público a partir do estudo das representações sociais no Parque da Redenção em Porto Alegre/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Apropriação do espaço público a partir do estudo das representações sociais no Parque da Redenção em Porto Alegre/RS
Autor Caccia, Lara Schmitt
Orientador Sobarzo Miño, Oscar Alfredo
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geografia: Bacharelado.
Assunto Espaço público
Geografia urbana
Parque Farroupilha (Porto Alegre, RS)
Representação social
[en] Public spaces
[en] Social representation
[en] Space appropriation
Resumo Este trabalho tem como objetivo compreender os processos de apropriação cotidiana dos espaços públicos, a partir de uma aproximação com a teoria das representações sociais. As representações são, essencialmente, fenômenos sociais que, mesmo analisados a partir do seu conteúdo cognitivo, têm de ser entendidos, no seu contexto de produção, pelas funções simbólicas e ideológicas para que servem e pelas formas de comunicação onde circulam. Tanto o espaço quanto as representações são produzidos por relações sociais conflituosas, em geral assimétricas, entre os agentes políticos e econômicos hegemônicos e a sociedade. Essa proposta se motiva pela intenção de analisar como os aspectos objetivos da produção do espaço urbano são subjetivamente vividos pelas pessoas. Dentro deste contexto, nossa pesquisa foi realizada no Parque da Redenção, em Porto Alegre, onde identificamos, através de entrevistas e análises empíricas, como as pessoas veem e como se apropriam do parque (representação em função do uso) e em quais momentos a dominação se manifesta, ou não, dentro do espaço público (formas de normatização, institucionalização, opressão, homogeneização, etc.). Acreditamos ser importante que o significado e o planejamento da cidade possam nascer do seu uso, no curso da vida cotidiana, envolvendo nos processos decisórios as pessoas diretamente implicadas em cada diferente situação. A ocupação não institucionalizada de determinados espaços os “liberta” de seus usos pré-determinados e, assim, revela outras e múltiplas possibilidades destes espaços, iluminando novas potencialidades de apropriação e valorizando os indivíduos como agentes produtores do espaço.
Abstract This work has as objective the understanding of ordinary appropriation process of public spaces, through an approximation with the social representation theory. Representations are, essentially, social phenomenon‟s which even analyzed trough its cognitive content have to be understood trough its production context and the ideological and symbolic functions to which it serves and the communication ways where it circles. Both the space and the representations are produced by conflicting social relations, normally asymmetric, between hegemonic, political and economic agents and the population. This proposes is motivated by the intention of analyze how the objective aspects of urban space production are subjectively lived by people. Inside this context, this research was developed at "Parque da Redenção" (redemption's park), in Porto Alegre, where we identify, through interviews and empirical analysis, how people see and appropriates the park to themselves (use related representation) and in which moments the domination manifests itself, or not, inside the public space (regulation, institutionalization, oppression, homogenization forms...). We believe that the importance of the meaning and the city‟s planning can be born from its use, in the course of ordinary life, involving on decisive process the people directly implicated on each different situation. The non-institutionalized occupation of determinate space "releases" them from their predetermined uses, and in this way, shows others and multiples possibilities of these spaces, bringing to light new appropriation potentialities and giving value to individuals as space production agents.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/55748
Arquivos Descrição Formato
000858969.pdf (2.996Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.