Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das propriedades de nanocompósitos de EVA obtidos através de argila organomodificada e glicerol

.

Avaliação das propriedades de nanocompósitos de EVA obtidos através de argila organomodificada e glicerol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das propriedades de nanocompósitos de EVA obtidos através de argila organomodificada e glicerol
Autor Visentini, Claudia Bauer
Orientador Mauler, Raquel Santos
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Curso de Química Industrial.
Assunto Argila
Glicerol
Nanocompósitos
Polímeros
Resumo Este trabalho tem como objetivos a obtenção de nanocompósitos de poli(etileno-co-acetato de vinila) e argilas montimorilonitas organomodificadas, com e sem glicerol e a avaliação da influência do glicerol nas propriedades finais desses materiais, além da realização de uma análise de custos para a comercialização desses nanocompósitos na indústria de cabos elétricos. Foram processados, em uma extrusora reativa, nanocompósitos de EVA com 2% e 5% m/m de argila Cloisite 20A e argila Cloisite 30B, com e sem a inserção de 1% de glicerol. A caracterização foi realizada por análise termogravimétrica (TGA), ensaios de tração, testes de flamabilidade, microscopia eletrônica de transmissão (MET), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e difração de Raio X. As análises de TGA mostraram que os nanocompósitos 2C20A/GLI e 5C30B/GLI apresentaram uma maior estabilidade térmica que os demais. Nos ensaios de tração as amostras com glicerol obtiveram um aumento na deformação de ruptura e apesar de sofrerem uma perda no módulo elástico, apresentaram-se mais tenazes do que as demais amostras. Nos testes de flamabilidade, os nanocompósitos não sofreram gotejamento e apenas os que possuíam 5% de argila sofreram uma diminuição na propagação da chama. Na microscopia eletrônica de transmissão, as amostras 2C20A e 2C30B/GLI apresentaram uma morfologia dispersa e parcialmente esfoliada. Na análise de Raio-X verificou-se a intercalação das cadeias do EVA entre as lamelas de argila dos nanocompósitos analisados (2C20A, 2C20A/GLI e 5C30B/GLI). A inserção de glicerol no sistema OMMT/EVA é promissor, pois provoca um efeito positivo nas propriedades dos nanocompósitos, no entanto ainda são necessárias mais investigações, principalmente a realização de análises de MET, imprescindível no estudo de esfoliação e dispersão de argilas em matrizes poliméricas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/56019
Arquivos Descrição Formato
000859028.pdf (2.022Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.