Repositório Digital

A- A A+

Millôres dias virão?

.

Millôres dias virão?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Millôres dias virão?
Autor Serafini, Breno Camargo
Orientador Bordini, Maria da Glória
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Brasil
Critica e interpretacao
Crônica
Fernandes, Millôr 1924-2012.
Humor
Ideologia
Literatura brasileira
Redemocratização
[en] Chronicle
[en] Re-democratization in Brazil
Resumo Esta tese explora o universo das crônicas de Millôr Fernandes publicadas na revista Istoé e Istoé/Senhor, de 1983 a 1993, analisando a sua relação com o contexto da realidade sociopolítica brasileira e tendo como pano de fundo o processo de redemocratização no País. A partir disso, é feita uma leitura desse momento político através de um enfoque eminentemente sociológico dos textos, em que, a partir da visão do autor, é mostrado o cerne da nossa formação cultural e, consequentemente, um perfil do homem brasileiro. É na análise das diversas páginas, tanto isoladamente como em conjunto, que podemos mostrar como o autor constrói esse processo, inclusive num patamar mais ampliado, inseridas num contexto mundial — do humano brasileiro ao humano universal. Para isso, investiga-se, sob o prisma temático, os artifícios ficcionais dos quais se vale o autor no sentido de oferecer uma visão multifacetada da realidade do País, sob a ótica do humor e da ironia, sem esquecer o fenômeno da globalização da cultura mundial. Através de recursos como a paródia e a ilustração, Millôr oferece um repertório de textos em que se pode vislumbrar um painel onde aparecem nítidas relações entre humor e ideologia. Nesse sentido, a análise proposta dá-se a partir da perspectiva jamesoniana, em vista o contexto social histórico e econômico, passando pelo dialogismo de Mikhail Bakhtin (1981) ― paródia, ironia e carnavalização. A hipótese principal é a possibilidade de leitura da realidade do período histórico através da ficção. Isso se dá a partir de uma reflexão que tem como base um mosaico temático, escorado no humor, que envolve as discussões sobre a época dos fatos, sobre as relações entre humor, arte e papel do intelectual; sobre poder; e sobre a realidade brasileira e universal.
Abstract This thesis explores the universe of Millôr Fernandes chronicles that were published in Istoé magazine from 1983 to 1993 and analyzes their relationship with the Brazilian sociopolitical reality in the background of the redemocratization process in the country. From this, there is an interpretation of the political moment by an eminently sociological focus of the texts, in which, from the author's point of view, the very core of our cultural heritage is shown and consequently, a profile of the Brazilians. It’s by analyzing the pages, one by one or several together as a collection, that we may demonstrate how the author builds up this process, even in a wider level that is part of a world context — from Brazilian human to universal human. For that, it investigates the fiction stratagems that the author uses to offer a multifaceted view of the reality in the country under the focus of humor and irony without overlooking the phenomenon of the globalization of the world culture. Throughout resources as parody and illustration Millôr offers a repertoire of texts where the reader can have a glimpse of a panel that shows a vivid relationship between humor and ideology. The proposed analysis is made according to Jameson perspective that discuss the text in its social, historical, and economical context and through the dialogism of Mikhail Bakhtin 1981) — parody, irony and Carnival allegory. The main hypothesis is the possibility of understanding the historical period through fiction. The reflection starts at a theme mosaic that is supported by humor; it involves the discussion of the time of the facts, the relationship between humor and art and the role of the intellectual; it is a consideration about power and about the Brazilian reality and the universal reality.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/56029
Arquivos Descrição Formato
000858800.pdf (1.152Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.