Repositório Digital

A- A A+

Percorrendo os caminhos da morte rumo à personificação em 'As Intermitências da Morte' e 'O Triunfo da Morte'

.

Percorrendo os caminhos da morte rumo à personificação em 'As Intermitências da Morte' e 'O Triunfo da Morte'

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Percorrendo os caminhos da morte rumo à personificação em 'As Intermitências da Morte' e 'O Triunfo da Morte'
Autor Trindade, Alessandra Accorsi
Orientador Tutikian, Jane Fraga
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Abelaira, Augusto 1926-. O triunfo da morte
Crítica literária
Cultura medieval
Imaginário
Literatura portuguesa
Morte
Pós-modernidade
Representação cultural
Saramago, José 1922-2010. As intermitências da morte
[en] Medieval death
[en] Portuguese literature
[en] Post-modernity
Resumo Este estudo investiga a personificação da morte como um dos grandes elementos de ruptura entre a literatura portuguesa tradicional e a contemporânea e como subsídio para reflexão acerca da realidade pós-moderna portuguesa. Diante de uma tradição estagnada em torno do lirismo, surgem produções artísticas que buscaram matéria literária no imaginário europeu para desenvolver uma literatura de cunho crítico. A importância do imaginário da morte medieval como referência cultural é comprovada através da gama de iconografias e de textos escritos encontrados ao longo dos tempos, inclusive na contemporaneidade e na preservação de festas populares ainda no século 21. Seguindo essa tendência, a personificação da morte é o elemento central desenvolvido no romance de José Saramago As intermitências da morte, e de Augusto Abelaira O triunfo da morte, literatura pós-74, como via para renovação literária e exercício crítico da sociedade. Também é através da figura da morte que são desenvolvidos três conceitos pós-modernos: ruptura entre ficção e realidade, paródia e ironia. Essas abordagens são trabalhadas a partir da teoria de Käte Hamburger e Linda Hutcheon, entre outros, em função da possibilidade de unir o tema da morte e a teoria pós-moderna no percurso teórico específico definido neste estudo.
Abstract This study investigates the death personification as one of the great elements of rupture between the Portuguese Traditional Literature and the Contemporary Literature as a subsidy for reflection on the Portuguese post-modern reality. Facing a stagnant tradition around the lyric, artistic productions appear which searched literary subject from the European imaginary to develop a literature on a critical way. The importance of the imaginary of medieval death as a cultural reference is proved through a great deal of iconographies and from written texts found along the ages also in the contemporaneity and in the preservation of popular parties and feasts still in the 21st century. Following this tendency, the death personification is the central element developed in the novel by José Saramago As intermitências da morte, and by Augusto Abelaira O Triunfo da morte, literature post-74, seen as a way to literature renovation as well as a critical society exercise. It is also through the death figure that three post-modern concepts are developed: rupture between fiction and reality, parody and irony. These approaches are worked and developed from the theory by Käte Hamburger and Linda Hutcheon, among others, because of the possibility of uniting the death theme and the post-modern theory on the theory specific course defined in this study.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/56036
Arquivos Descrição Formato
000857423.pdf (2.804Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.