Repositório Digital

A- A A+

Determinação da acurácia do teste de micronúcleos para o diagnóstico de lesões da cavidade oral

.

Determinação da acurácia do teste de micronúcleos para o diagnóstico de lesões da cavidade oral

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Determinação da acurácia do teste de micronúcleos para o diagnóstico de lesões da cavidade oral
Autor Alves, Rafael José Vargas
Orientador Bozzetti, Mary Clarisse
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Boca : Patologia
Testes para micronúcleos
Resumo A incidência de câncer de cavidade oral vem aumentando progressivamente em todo mundo, conforme dados da OMS. Não obstante, o diagnóstico de CCO costuma ser feito tardiamente, resultando em uma menor sobrevida para esses pacientes. Por isso, a investigação de novos métodos de diagnóstico precoce pode contribuir para a redução da mortalidade dessa neoplasia. O teste de micronúcleos para o monitoramento de indivíduos com alto risco de CCO vem demonstrando ser um método de baixo custo e de fácil aplicação. É relevante ressaltar; entretanto, que não há relatos na literatura sobre a acurácia diagnóstica do teste de micronúcleos para lesões da cavidade oral. Desta forma, o presente estudo teve o objetivo de verificar a sensibilidade e a especificidade do teste de micronúcleos para detectar lesões de cavidade oral malignas ou potencialmente malignas. Trata-se de um estudo transversal com 48 participantes, que foram submetidos à biópsia de lesões da cavidade oral no ambulatório de Estomatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. As amostras de células esfoliadas foram coletadas em dois sítios diferentes da cavidade oral e a coloração de Feulgen foi utilizada para análise dos micronúcleos. As frequências de micronúcleos em amostras da área peri-lesional que foram maiores que 0,0005 apresentaram uma sensibilidade de 63,6% (49,9 – 77,2) e uma especificidade de 43,2% (29,1 – 57,9). Os valores preditivo positivo e preditivo negativo foram respectivamente de 25% (12,7 – 37,2) e 80% (68,6 – 91,3). Esses resultados sugerem que o teste de micronúcleos é pouco sensível e específico.
Abstract The World Health Organization predicts a continuing worldwide increase in the number of patients with oral cancer. Moreover, late diagnosis is often a reality for oral cavity cancer patients, leading to a poor overall survival rate. Investigations of screening methods that could contribute to early detection of cancer are; therefore, highly desirable. The micronucleus assay is a non-evasive, rapid, simple, sensitive and cost-effective bio-marker of chromosome damage. Nevertheless, as far as we know, there are no reports of the sensitivity and specificity of micronucleus test frequency for detecting malignant or potentially malignant oral cavity lesions in the literature. In order to fill this gap, we carried out a cross-sectional study with 48 participants presenting oral cavity lesion, who were indicated to undergo surgery biopsy (our reference standard) at Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Samples of exfoliated cells were collected from two different sites in the oral cavity and Feulgen-Fast-Green staining was used to analyze the micronucleus. Eleven patients (22.9%) presented malignant or potentially malignant oral cavity lesions. In samples of perilesional area, micronucleus frequencies that were higher than 0.0005 had a sensitivity of 63.6% (49.9 - 77.2) and a specificity of 43.2% (29.1 - 57.9). The predictive positive (PPV) and negative (PNV) values were 25% (12.7 - 37.2) and 80% (68.6 - 91.3) respectively. These results suggest that the micronucleus test is low sensitivity and specificity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56688
Arquivos Descrição Formato
000860090.pdf (924.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.