Repositório Digital

A- A A+

Crianças com desordem coordenativa desenvolvimental alfabetizadas e não alfabetizadas um estudo sobre prevalência, autoconceito e competência motora

.

Crianças com desordem coordenativa desenvolvimental alfabetizadas e não alfabetizadas um estudo sobre prevalência, autoconceito e competência motora

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crianças com desordem coordenativa desenvolvimental alfabetizadas e não alfabetizadas um estudo sobre prevalência, autoconceito e competência motora
Autor Coutinho, Mõnia Tainá Cambruzzi
Orientador Valentini, Nadia Cristina
Co-orientador Berleze, Adriana
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Desenvolvimento infantil
[en] Child development
[en] Developmental coordination disorder
[en] Motor skills disorder
[en] Perception of competence
Resumo Os objetivos deste estudo foram investigar a prevalência de provável Desordem Coordenativa Desenvolvimental (p-DCD) e risco de DCD (r-DCD); comparar as Percepções de Competência (PC) de crianças com provável e risco de DCD com seus pares; e, verificar associações entre o desempenho motor e a PC. Crianças (N= 385; entre 4 e 10 anos) foram avaliadas com o Movement Assessment Battery for Children e as escalas Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance e Escala de Autopercepção para Crianças. Foi utilizado estatística descritiva, ANOVA Oneway e Tuckey Post Hoc Tests (p ≤ 0,05). Os resultados evidenciam: (1) prevalência de 28,6% de casos de p-DCD e 18,7% com r-DCD; (2) maiores dificuldades na destreza manual; (3) crianças não-alfabetizadas com p-DCD apresentam percepção de adequação social (p=0,02), motora (p=0,03) e, autoconceito (p=0,01) mais baixos que seus pares. Nos grupos de idade os resultados sugerem que (1) crianças não-alfabetizadas com p-DCD com 4 anos (adequação social: p=0,001; aceitação materna: p= 0,01; autoconceito: p=0,02) e 8 anos (adequação social: p=0,05 e autoconceito: p =0,04) percebem-se menos aceitas e competentes que seus pares; (2) crianças alfabetizadas com p-DCD de 10 anos percebem-se menos competentes motoramente que seus pares (p=0,003); (3) crianças com p-DCD aos 9 anos de idade percebem-se mais satisfeitas com sua aparência (p=0,05). Correlações fracas foram encontradas entre os escores motores e as PC social (r=-0,15, p=0,01), motora (r=-0,12, p=0,05), aceitação materna (r=- 0,12, p=0,03) e autoconceito (r=-0,16; p=0,01) de crianças não-alfabetizadas; para crianças alfabetizadas correlações foram restritas entre dificuldades motoras e a percepção de aparência física (r=-0,17, p=0,01). A DCD é uma desordem que implica em prejuízos que ultrapassam a esfera motora, comprometendo também a percepção de adequação social e o autoconceito de crianças.
Abstract The objectives of this study were to investigate the prevalence of probable Developmental Coordination Disorder (p-DCD) and risk of DCD (r-DCD) to compare the perceptions of competence (PC) of children with probable DCD risk with their peers and examine associations between motor performance and PC. Children (N = 385; between 4 and 10 years) were evaluated with the Movement Assessment Battery for Children scales and the Pictorial Scale of Perceived Competence and Social Acceptance and Self-Perception Scale for Children. We used descriptive statistics, Oneway ANOVA and Tukey Post Hoc Tests (p ≤.05). Results show: (1) prevalence of 28.6% of cases of p-DCD and 18.7% with r-DCD, (2) greater difficulties in manual dexterity, (3) non-literate children with p-DCD have perception of social adjustment (p=.02), motor (p=.03) and self (p=.01) lower than their peers. In the age groups the results suggest that (1) non-literate children with p-DCD with 4 years (social adequacy: p=.001; maternal acceptance: p=.01; self: p=.02) and 8 years (social adequacy, and self p=.05, p =.04) perceive themselves accepted and less competent than their peers, (2) literate children with p-DCD of 10 years perceive themselves less competent than motorically peers (p=.003), (3) children with p-DCD to 9 years of age perceive to be more satisfied with their appearance (p=.05). Weak correlations were found between motor scores and PC social (r=-.15, p=.01), motor (r=-.12, p=.05), maternal acceptance (r=-.12, p=.03) and self-concept (r=-.16, p=.01) of children illiterate, literate children were restricted correlations between motor difficulties and the perception of physical appearance (r=-.17, p=.01). The DCD is a disorder that results in consequences that exceed the motor sphere, undermines the perception of social conformity and self-concept of children.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/56771
Arquivos Descrição Formato
000861563.pdf (861.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.