Repositório Digital

A- A A+

Uso do óleo de soja e sebo bovino sobre a digestibiblidade da dieta, perfil bioquímico e consistência fecal de cães adultos

.

Uso do óleo de soja e sebo bovino sobre a digestibiblidade da dieta, perfil bioquímico e consistência fecal de cães adultos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso do óleo de soja e sebo bovino sobre a digestibiblidade da dieta, perfil bioquímico e consistência fecal de cães adultos
Outro título Use of soybean oil and beef tallow on diet digestibility, biochemical profile and faecal consistency of adult dog
Autor Marx, Fábio Ritter
Orientador Kessler, Alexandre de Mello
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Cão
Digestibilidade
Nutricao animal
Oleo de soja
Sebo
Resumo Em dietas de melhor qualidade e maior densidade energética para cães, o acréscimo de altos níveis de gordura é fundamental. A gordura na dieta traz uma série de benefícios, como sua alta digestibilidade aparente (85 – 95%) e fornecimento de ácidos graxos essenciais. Os triglicerídeos são o tipo de gordura mais importante da dieta e dependendo do tipo de ácidos graxos contidos nos mesmos podem ser diferenciados nos alimentos. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos que o óleo de soja e o sebo bovino em níveis de inclusão crescente na dieta venham a exercer nos coeficientes de digestibilidade aparente (CDA); na energia metabolizável (EM); nos consumos; na glicose, triglicerídeos e colesterol total séricos e no escore fecal de cães adultos. Para isso, foi utilizado como desenho experimental um quadrado latino duplo (5x5), com 10 repetições para cada um dos 5 tratamentos. Os tratamentos foram divididos em 3 níveis de inclusão (Controle, 6,5% e 13%) de cada uma das 2 fontes de gordura, o nível controle foi composto pela inclusão de apenas 1% de óleo de soja sobre os kibbles da dieta basal. A fonte e o nível de inclusão de gordura apresentaram efeitos. Os animais não foram capazes de regular o consumo voluntário das dietas, refletindo em maiores consumos de energia para as dietas mais energéticas, demonstrando a grande influência da gordura na palatabilidade e textura dos alimentos, destaque para o tratamento com inclusão de 13% de sebo bovino (SB13%). O tratamento com 13% de inclusão de óleo de soja (OS13%) obteve os melhores resultados dos CDA, os valores mais elevados de EM e não apresentou desvantagens para o escore fecal. A digestibilidade do óleo de soja apresentou-se superior a do sebo bovino. Os parâmetros bioquímicos séricos avaliados ficaram dentro das referências para cães, em todos os níveis de inclusão independentemente da fonte de gordura.
Abstract In diets with higher quality and higher energy density for dogs, the addition of high levels of fat is essential. The fat in the diet has a number of benefits, such as its high digestibility (85-95%) and provision of essential fatty acids. Triglycerides are the most important type of dietary fat and depending on the fatty acids contained therein may be varied in foods. The aim of this study was to evaluate the effects of the soybean oil and beef tallow in increasing inclusion levels in the diet may have on the coefficients of total tract apparent digestibility (CTTAD); metabolizable energy (ME); intakes; serum glucose, triglycerides and total cholesterol; and on fecal score of adult dogs. To this, was used a Latin square design (5x5) with 10 repetitions for each of the five treatments. The treatments were divided into three inclusion levels (Control, 6.5% and 13%) of each of the two fat sources, the control level was made by the inclusion of only 1% of soybean oil on the kibbles of the basal diet. The source and inclusion levels of fat showed differences. The animals were not able to regulate the voluntary intake, reflecting on higher energy intakes for the most energetic diets, showing the great influence of fat in flavor and texture of foods, especial emphasis to the treatment with 13% beef tallow inclusion (BT13%). The treatment with 13% inclusion of soybean oil (SO13%) achieved the best CTTAD values, higher ME and showed no disadvantages to the fecal score. The digestibility of soybean oil was better than the beef tallow. The serum biochemical parameters evaluated remained inside the reference range for dogs in all addition levels regardless of the fat source.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/60958
Arquivos Descrição Formato
000863327.pdf (1.701Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.