Repositório Digital

A- A A+

Efeitos de dois tipos de sessão de treino em parâmetros fisiológicos e neuromusculares de patinadores

.

Efeitos de dois tipos de sessão de treino em parâmetros fisiológicos e neuromusculares de patinadores

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeitos de dois tipos de sessão de treino em parâmetros fisiológicos e neuromusculares de patinadores
Autor Antunes, Amanda Haberland
Orientador Kruel, Luiz Fernando Martins
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Fisiologia do exercício
Lactato
Patinacao
[en] Acute responses
[en] Creatine kinase
[en] Figure skating
[en] Lactate
Resumo A patinação artística se desenvolveu ao longo dos anos, até tornar-se o esporte de competição visto atualmente. Contudo, existe pouca informação na literatura a respeito da intensidade das sessões de treino desta modalidade e se existiria uma maneira de expor o atleta a um menor número de impactos dos saltos durante o treino, mas atingir os mesmos benefícios. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi comparar os efeitos de dois tipos de sessão de treino de patinação sobre parâmetros fisiológicos e neuromusculares de atletas da patinação artística sobre rodas. Nove atletas (17,7 ± 2,96 anos) realizaram dois diferentes tipos de sessão de treino, de forma randomizada: uma sessão convencional (conv) (na qual o número de saltos e os intervalos realizados foram determinados pelo técnico das atletas, conforme o treinamento normalmente realizado pelas mesmas, resultando em uma média de 139 ± 31,2 saltos) e uma sessão sistematizada (sist) (na qual foram realizados 96 saltos, com intervalo de 6 s entre cada salto, 2 a 3 min entre cada repetição (conjunto de oito saltos) e 5 min a cada quatro repetições). As atletas foram avaliadas antes, imediatamente após, 5 min, 10 min, 15 min, 30 min, 24h, 48h e 72h após a realização das sessões, em parâmetros relacionados à atividade muscular, taxa de produção de força, altura e potência dos saltos squat jump (SJ), counter movement jump (CMJ) e drop jump (DJ) e concentração sanguínea de creatina quinase e de lactato. Foi utilizado o Teste T para amostras pareadas para a comparação entre as sessões nos diferentes momentos, sendo adotado um α=0,05 como significância (SPSS v. 17.0). Foram observadas algumas diferenças significativas entre as sessões, dentre elas, na concentração sanguínea de lactato no momento 15 min após (conv: 1,47 ± 0,45 mmol; sist: 1,03 ± 0,25 mmol; p=0,044) e na altura dos saltos SJ, no momento 72h após (conv: 0,20 ± 0,06 m; sist: 0,18 ± 0,06 m; p=0,012), e CMJ, também no momento 72h após (conv: 0,21 ± 0,06 m; sist: 0,20 ± 0,06 m; p=0,008). Porém, de maneira geral, foram observadas poucas diferenças significativas entre as sessões de treino avaliadas no presente estudo, o que indica que ambas representaram uma intensidade semelhante de treino. No caso da sessão sistematizada, os achados confirmam a hipótese de que uma sessão de treino com número de saltos e tempo de intervalo definidos seria uma alternativa interessante de expor menos o atleta a uma grande quantidade de impacto e, ainda assim, atingir os mesmos resultados de uma sessão convencional.
Abstract Artistic roller skating has been developed over the years to become the competitive sport currently seen. However, little information exists in the literature regarding the intensity of the practices of this sport and if there could be a way to expose the athlete to a lower number of impacts of the jumps during training, but at the same time to achieve the same benefits. Therefore, the objective of this study was to compare the effects of two types of skating training session on physiological and neuromuscular parameters of roller figure skaters. Nine female athletes (17.7 ± 2.96 years) realized two different types of skating training session: a conventional session (conv) (in which the number of jumps and the intervals were determined by the athlete’s coach, according to their normal training scheme, resulting in a mean of 139 ± 31,2 jumps) and a systematized session (syst) (in which 96 jumps were performed with intervals of 6 s between each jump, 2 to 3 min between each repetition (set of eight jumps) and 5 min every four repetitions). Evaluations were done before, immediately after, 5 min, 10 min, 15 min, 30 min, 24h, 48h and 72h after the sessions in parameters related to muscular activity, rate of force development, height and power of squat jump (SJ), counter movement jump (CMJ) and drop jump (DJ) and blood concentration of creatine kinase and lactate. Paired T Test was utilized for the comparison between sessions at the different time points, with an α=0,05 as significance (SPSS v. 17.0). Some significative differences between sessions were observed, as in the blood concentration of lactate at the moment 15 min after (conv: 1,47 ± 0,45 mmol; syst: 1,03 ± 0,25 mmol; p=0,044) and in the heights of SJ at the moment 72h after (conv: 0,20 ± 0,06 m; syst: 0,18 ± 0,06 m; p=0,012), and CMJ, also at the moment 72h after (conv: 0,21 ± 0,06 m; syst: 0,20 ± 0,06 m; p=0,008). However, there were overall few significant differences between the sessions evaluated in the present study, what indicates that both represent a similar training intensity. For the systematized session, the findings support the hypothesis that a training session with defined number of jumps and rest intervals could be an alternative to expose less the athlete to a large amount of impact and yet get the same results of a conventional session.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61151
Arquivos Descrição Formato
000863633.pdf (1.887Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.