Repositório Digital

A- A A+

"Desvario embora, lá tem seu método!" : Quincas Borba, um outro lado da seriedade burguesa

.

"Desvario embora, lá tem seu método!" : Quincas Borba, um outro lado da seriedade burguesa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Desvario embora, lá tem seu método!" : Quincas Borba, um outro lado da seriedade burguesa
Autor Vianna, Carla Cristiane Martins
Orientador Araújo, Homero José Vizeu
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Assis, Machado de, 1839-1908, Quincas Borba
Crítica literária
Literatura brasileira
Moretti, Franco
Romance
[en] Bourgeoisie’s seriousness (serious style)
[en] Novels from the nineteenth century
[en] Realism
Resumo No intuito de investigar alguns temas e expedientes narrativos apresentados no romance Quincas Borba, a presente pesquisa inspirou-se na leitura da tradição romanesca do século XIX realizada por Franco Moretti, crítico que leu a seriedade burguesa como forma constituinte do romance em literaturas específicas. Por essa razão, o movimento argumentativo deste trabalho se orientará pelo deslocamento dialético do exposto por Moretti, bem como pela contraposição de suas ideias sobre a romanesca oitocentista com as análises do próprio Machado de Assis em seu exercício como crítico literário e da fortuna crítica machadiana de autores como Augusto Meyer, Lúcia Miguel Pereira e Roberto Schwarz. Assim, Quincas Borba será interpretado em seus diversos contextos, tanto no âmbito da trajetória de seu autor como romancista quanto no panorama mais amplo, representado pela literatura de autores como Balzac e Eça de Queirós. Isso porque, como pretendemos demonstrar, esse romance machadiano estrutura-se com uma forma enganosa em seu aparente ajustamento aos expedientes narrativos em voga em seu tempo.
Abstract In order to investigate some themes and narrative expedients presented in the novel named Quincas Borba, this research got its inspiration from the reading of the Romanesca tradition of the XIX (nineteenth) century performed by Franco Moretti, a critic who read the bourgeoisie’s seriousness (serious style) as an essential part of the novel in specific literatures. Because of that, the argumentative movement of this study is guided by the dialectical shift shown by Moretti. This reaserch is also guided by the contrast of Moretti’s ideas about the Romanesca literature of the nineteen century with analysis of Machado de Assis himself as a literary critic and literary criticism of Machado de Assis made by authors such as Augusto Meyer, Lúcia Miguel Pereira and Roberto Schwarz. Thus, Quincas Borba is interpreted in its various contexts, taking into account the author’s journey as a novelist and the broader landscape represented by the literature of authors such as Balzac and Eça de Queirós. These two aspects are considered because we intend to demonstrate that this Machado’s novel is structured using a misleading way in its apparent adjustment to the narrative expedients used in his time.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/61186
Arquivos Descrição Formato
000862792.pdf (2.573Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.