Repositório Digital

A- A A+

Entre a prática científica e a lógica econômica : estudo sobre as orientações de pesquisadores da UFRGS

.

Entre a prática científica e a lógica econômica : estudo sobre as orientações de pesquisadores da UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre a prática científica e a lógica econômica : estudo sobre as orientações de pesquisadores da UFRGS
Autor Barcelos, Régis Leonardo Gusmão
Orientador Guimarães, Sonia Maria Karam
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Cientistas
Comercialização
Orientação acadêmica
Pesquisa científica
Sociologia da ciência
Sociologia da tecnologia
Transferência de tecnologia
Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Universidade pública
[en] Commercialization science
[en] Institutional logics
[en] Scientific orientations
[en] Technology transfer
Resumo O objetivo deste estudo foi investigar a legitimidade das atividades relativas à comercialização da ciência através da participação de cientistas em mecanismos de transferência de tecnologia e conhecimento para empresas em uma universidade pública no Brasil. O ponto de partida da pesquisa remete às discussões em torno da relação universidade-empresa, estudadas por distintas perspectivas que ressaltam desde a emergência de novos paradigmas na produção do conhecimento científico, tais como os argumentos da universidade empreendedora, até análises mais críticas, ora sublinhando os efeitos negativos, ora demonstrando a manutenção de fronteiras institucionais entre as duas organizações. A investigação utilizou dois métodos: 1) levantamento da participação de pesquisadores em processos de transferência de tecnologia para a indústria, utilizando dados secundários; e 2) pesquisa qualitativa por meio de entrevistas semiestruturadas, identificando os diferentes tipos de manipulação de lógicas institucionais nas práticas acadêmicas, ora voltadas para a comercialização, ora imersas na ciência pública. Verificou-se elevado crescimento de interações da universidade com a indústria. Entretanto, dois aspectos são ponderados. O primeiro diz respeito à predominância de mecanismos tradicionais de transferência de tecnologia, comparado aos outros tipos de interações. O segundo refere-se ao baixo nível de legitimação de práticas empreendedoras nos casos analisados, visto a defesa da lógica científica sobre a lógica comercial. Para a avaliação da incorporação de novos valores e normas sociais na ciência pública, estabeleceram-se tipologias de orientações científicas: orientação tradicional, orientação tradicional híbrida e orientação empreendedora. A partir dos resultados, conclui-se que o argumento da universidade empreendedora apresenta sérias limitações, visto a baixa legitimidade de novos processos de transferência de tecnologia na amostra analisada. Assim, a difusão de novas práticas científicas orientadas para o maior contato com as demandas econômicas, não necessariamente expressam um processo de institucionalização do empreendedorismo acadêmico, como a incorporação de novos valores, normas e orientações científicas.
Abstract The objective of this study was to investigate the legitimacy of the activities related to commercialization of science, through the participation of scientists in mechanisms for transferring technology and knowledge to companies in a public university in Brazil. The starting point of the research refers to the discussions around the relationship between universities and business, studied by different perspectives that highlight since the emergence of new paradigms in the production of scientific knowledge, such as the arguments of the entrepreneurial university, even more critical analysis, sometimes stressing negative effects, sometimes demonstrating the maintenance of institutional boundaries between the two organizations. The research used two methods: 1) raising the participation of researchers in the process of technology transfer to industry, using secondary data and 2) qualitative research using semi-structured interviews, identifying the different types of institutional logics handling academic practices, now focused on marketing, sometimes immersed in public science. There was considerable growth in the university's interactions with industry. However, two aspects are considered. The first concerns the predominance of traditional mechanisms of technology transfer, compared to other types of interactions. The second refers to the low level of legitimation of entrepreneurial practices in the cases analyzed, since the defense of scientific logic on the business logic. To evaluate the incorporation of new values and social norms in public science, settled types of scientific orientations: traditional orientation, hybrid traditional orientation and entrepreneurial orientation. From the results it is concluded that the argument of the entrepreneurial university has serious limitations, as the low legitimacy of new processes of technology transfer in the sample. Thus, the diffusion of new scientific practices oriented more contact with the economic demands, not necessarily express a process of institutionalization of academic entrepreneurship, such as the incorporation of new values, norms and scientific orientations.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61730
Arquivos Descrição Formato
000865247.pdf (1.207Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.