Repositório Digital

A- A A+

“É lazer, tudo bem, mas é sério” : o cotidiano de uma equipe master feminina de voleibol

.

“É lazer, tudo bem, mas é sério” : o cotidiano de uma equipe master feminina de voleibol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título “É lazer, tudo bem, mas é sério” : o cotidiano de uma equipe master feminina de voleibol
Outro título It is leisure, okay, but that is serious: the daily life of a master female volleyball team
Autor Pacheco, Ariane Corrêa
Orientador Stigger, Marco Paulo
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Assunto Lazer : Cultura
Mulheres
Voleibol
[en] Leisure
[en] Master sport
[en] Sociability
[en] Sports performance
[en] Women
Resumo Este trabalho tem como objetivo compreender a dinâmica de relações sociais que atravessava a sustentação de uma equipe master feminina de voleibol e as negociações que faziam parte do envolvimento desse grupo em campeonatos que aconteciam dentre um espaço/tempo reconhecido como de lazer. Para isso, realizei, durante treze meses, uma pesquisa etnográfica no contexto de uma das equipes pertencentes à Liga Master Feminina de Voleibol da cidade de Porto Alegre/RS. Ao longo do trabalho de campo, passei a observar e participar de treinamentos, jogos, jantares, festas, viagens e outros encontros do grupo, cujo registro desse convívio foi descrito nos diários de campo. Após esse período, foram realizadas cinco entrevistas semi estruturadas direcionadas a pessoas que me ofereceram a possibilidade de aprofundar alguns pontos de discussão. A partir da análise do material empírico produzido neste estudo e do diálogo constante com o referencial teórico, elaborei três eixos de discussão, os quais foram organizados numa trajetória que inicia pela compreensão das particularidades da equipe: a rotina do grupo dentro e fora das quadras, a equipe e sua representação na Liga Master e a seriedade desse grupo de mulheres no que tange ao lazer. Na sequencia, passei a olhar para as relações do grupo com a Liga Master e, por fim, desenvolvi um diálogo com autores do campo do lazer que me ajudaram a pensar sobre o cotidiano dessas mulheres e suas relações com o esporte. Sobre o primeiro ponto, foi possível analisar a rotina do grupo dentro e fora das quadras e compreender que para pertencer à equipe era preciso mostrar um rendimento esportivo legítimo para aquele contexto e, não menos significativo que essa particularidade, era indispensável saber estar entre as mulheres fora do espaço das quadras para sustentar-se na sua coesa rede de sociabilidade. No segundo eixo, ficou evidenciado que a trajetória de formação dos campeonatos da Liga Master estava entrelaçada ao reconhecimento dessa equipe como um grupo que privilegiava os laços de sociabilidade em relação aos resultados das partidas, mas que procurava também se manter engajado nas competições e estabelecer disputas acirradas dentro dos jogos. Por fim, procurei mostrar como uma dimensão do cotidiano passava a ser negociada com as outras esferas da vida social e, particularmente, como a seriedade fazia sentido e tornava aquele espaço/tempo envolvente. Entre as possibilidades e escolhas que atravessam a formação dos espaços e tempos significados como de lazer, aquele grupo de mulheres optava por investir e dedicar-se a uma prática esportiva levada a sério, na qual as brincadeiras coexistiam com as exigências do rendimento esportivo ligado ao voleibol.
Abstract This study aims to understand the dynamics of social relations that permeated the sustenance of a master female volleyball team and the negotiations that were part of that group involvement in championships that took place among a space/time recognized as recreational. For this purpose, I performed an ethnographic research during thirteen months in the context of one of the teams belonging to the Master Female League of Volleyball from the city of Porto Alegre/RS. Throughout the fieldwork, I started to observe and participate in training, games, dinners, parties, trips and other group meetings, whose record of interaction was described in the field diaries. After this period, five semi-structured interviews were performed, aimed at people who offered me the possibility to delve into some discussion points. From the analysis of the empirical material produced in this study and the ongoing dialogue with the theoretical framework, I elaborated three axes of discussion, which were organized in a way that begins by understanding the particularities of the team: the team’s routines on and off the court, the team and its representation in the Master League and the seriousness of this group of women when it comes to leisure. Hence, I looked at the relationships of the group with the Master League and, finally, I developed a dialogue with the authors of the leisure area that helped me on reflecting about the everyday lives of these women and their relationships with the sport. Regarding the first axis of discussion, it was possible to analyze the group routine on and off the courts and understand that, to belong to the team, it was necessary to show a legitimate sport performance for that context and, not less significant than this peculiarity, it was also essential to know how to be among women off the court and how to be sustained in their cohesive network of sociability. In the second axis, it became evident that the trajectory of the formation of the Master League championships was linked to the recognition of this team as a group that favored the bonds of sociability rather than the matches’ outcomes, but this team also sought to remain engaged in competitions and settle heated disputes when in the games. Ultimately, I tried to demonstrate how a daily dimension came to be negotiated with other spheres of social life and, particularly, how seriousness made sense and turned that space/time absorbing. Among the possibilities and choices that cross the formation of spaces and times meant as leisure, this group of women sought investing and engaging in a sportive practice that was considered serious, in which the jokes coexisted with the demands of the sports performance related to volleyball.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/62091
Arquivos Descrição Formato
000868662.pdf (955.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.