Repositório Digital

A- A A+

Os “Alquimistas” da vila : masculinidades e práticas corporais de hipertrofia numa academia de Porto Alegre

.

Os “Alquimistas” da vila : masculinidades e práticas corporais de hipertrofia numa academia de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os “Alquimistas” da vila : masculinidades e práticas corporais de hipertrofia numa academia de Porto Alegre
Autor Cesaro, Humberto Luís de
Orientador Fraga, Alex Branco
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Academias
Gênero
Hipertrofia muscular
[en] Biopolitics
[en] Body practices
[en] Gym
[en] Hypertrophy
[en] Masculinities
Resumo Esta dissertação trata das formas pelas quais um grupo de homens que frequentam uma academia de musculação da zona sul de Porto Alegre incorpora práticas de cuidados corporais com vistas à produção de corpos adequados aos padrões estéticos contemporâneos e como lidam com a ambiguidade decorrente destas práticas que se situam na fronteira entre o que é percebido como masculino e feminino. O marco teórico que subsidia este estudo contempla a discussão sobre masculinidades, as teorizações foucaultianas sobre biopolítica e os estudos sobre o governo dos corpos na contemporaneidade. O material empírico foi construído a partir de uma pesquisa de cunho etnográfico que conciliou observação participante e entrevistas semiestruturadas, cujos registros produziram um diário de campo. A análise consistiu em contrastar os achados da pesquisa com aqueles descritos na literatura, problematizando as formas pelas quais os frequentadores desta academia incorporam no seu cotidiano algumas práticas de cuidados com o corpo. Esse processo permitiu compreender que algumas práticas são consideradas não-problemáticas para a construção do gênero e são aceitas sem maiores problemas, enquanto outras, aquelas consideradas potencialmente perigosas para a afirmação da masculinidade, são modificadas ou suprimidas.
Abstract This paper is about a group of men that works out in a south Porto Alegre‟s gym and their body care and ways to achieve the contemporary esthetic patterns. The theoretical approach that bases this study faces the discussion about masculinities, foucaultians theories about biopolitics, and the studies about body government on contemporaneity and how they deal with the ambiguity resulting from such practices that are in the border of what is considerate masculine or feminine. Empiric material was build from an ethnographic research that matches observations of the participants and semi-structured interviews, whose records brought forth a research diary. Analyses consisted on contrast research results from those described on literature, problematizing the ways by which regulars from this gym incorporate in their everyday some body care practices. This process allowed comprehending that some practices are considered non-problematic for gender construction, and are commonly accept, whereas others, considered potentially danger for masculinity affirmation, are modified or suppressed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/63155
Arquivos Descrição Formato
000869620.pdf (2.318Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.