Repositório Digital

A- A A+

Frequência de neoplasias endócrinas em cães e perfil da população afetada em uma rotina de atendimento em endocrinologia

.

Frequência de neoplasias endócrinas em cães e perfil da população afetada em uma rotina de atendimento em endocrinologia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Frequência de neoplasias endócrinas em cães e perfil da população afetada em uma rotina de atendimento em endocrinologia
Autor Carvalho, Guilherme Luiz Carvalho de
Orientador Gerardi, Daniel Guimarães
Co-orientador Pöppl, Alan Gomes
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Cirurgia veterinaria : Tecnicas
Endocrinologia animal : Caes
Neoplasia endócrina múltipla
Oncologia
Patologia veterinaria : Caes
[en] Dog
[en] Endocrine neoplasm
[en] Endocrinology
[en] Neoplasm
[en] Oncology
Resumo As neoplasias de origem endócrina são patologias importantes do ponto de vista epidemiológico no que tange as endocrinopatias que acometem os cães de uma maneira geral. Estas alterações na divisão celular podem levar a alterações na função fisiológica de determinadas glândulas, como pode ser observado no hiperadrenocorticismo, hipertireoidismo, hiperparatireoidismo, insulinoma, feocromocitoma, acromegalia, dentre outros. O objetivo deste trabalho foi determinar a frequência de neoplasias de origem endócrina em uma rotina de atendimento em endocrinologia de cães e gatos, bem como o perfil da população afetada. Para isto, foi realizado um estudo retrospectivo de casos atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e em um serviço particular atuante em Porto Alegre, Região Metropolitana e Serra Gaúcha, no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2010. Para tal, foram analisados os prontuários físicos e eletrônicos de 459 animais atendidos neste período, sendo selecionados os 95 cães diagnosticados como endocrinopatas portadores de neoplasias glandulares. O diagnóstico foi realizado através do histórico, apresentação clínica, achados de exame físico, resultados laboratoriais (hemograma, leucograma, urinálise, provas bioquímicas, hormonais dinâmicas e funcionais, exames de imagem como ultrassonografia, além da evolução clínica e resposta ao tratamento. A neoplasia endócrina mais frequente na população estudada foi o Hiperadrenocorticismo Pituitário-Dependente (HPD), totalizando 74% (n=70) desta casuística. Em ordem decrescente de incidência temos o Hiperadrenocorticismo Adreno-Depentente (HAD) (9%, n=9), os tumores testiculares (8%, n=8), insulinomas (3%, n=3), incidentalomas (2%, n=2), Neoplasias Endócrinas Múltiplas (NEM) (2%, n=2) e feocromocitoma (1%, n=1). As fêmeas foram o sexo mais acometido no total e também foi observada predileção por este gênero em alguns distúrbios como HPD e HAD. Todos os casos de insulinoma, incidentalomas adrenais e Neoplasia Endócrina Múltipla (NEM) eram do sexo feminino. A idade média dos cães ao momento do diagnóstico das diferentes síndromes foi de 10,47 ± 1,24 anos. com variação entre 9 a 13 anos. As raças mais acometidas foram predominantemente os Poodles, cães sem raça definida (SRD) e outras de menor relevância neste estudo como Dachshunds, Beagles, Labradores, Yorkshires e outros. Os dados obtidos são - de uma maneira geral - condizentes com a literatura, o que reforça a importância deste tipo de trabalho na epidemiologia clínica de cães, servindo como ferramenta de auxílio na abordagem inicial ao paciente auxiliando no direcionamento diagnóstico.
Abstract Endocrine neoplasias are epidemiologically important through canine endocrine diseases. These abnormalities in cell division can lead to changes in some glands’ physiological function, as seen in hyperadrenocorticism, hyperthyroidism, hyperparathyroidism, insulinoma, pheochromocytoma, acromegaly, and others. This mapping aims to deterimine the frequency of endocrine-born neoplasias attended by a specialized endocrinology-assistance service of dogs and cats, as well as to set this population profile. For that, a retrospective study was performed through cases attended at the Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) and at a private service which covers Porto Alegre, Região Metropolitana and Serra Gaúcha between January 2005 and January 2010. To this end, were analyzed the physical and digital medical records of 459 patients, selecting 95 dogs diagnosed with endocrine neoplastic-disease. The diagnose was constructed by history, clinical presentation, physical examination, laboratorial results (complete blood count, leucogram, urinalysis, biochemical exams, endocrine dynamic and functional tests, imaging as ultrasonography, besides clinical evolution and response to the treatment. The more frequent endocrine neoplasm was Pituitary-Dependant Hyperadrenocorticism (HPD), totaling 74% (n=70) of the whole casuistic. In descending order of frequency we have Adrenal-Dependant Hyperadrenocorticism (HAD (9%, n=9), testicular tumors (8%, n=8), insulinomas (3%, n=3), adrenal incidentalomas (2%, n=2), Multiple Endocrine Neoplasm (NEM) (2%, n=2) and pheochromocytoma (1%, n=1). Females were the major stricken gender in total cases and in specific disorders such as HPD and HAD. All the insulinomas, adrenal incidentalomas and NEM cases were diagnoses in bitches too. The average age at diagnosis of endocrine neoplasias was 10,47 ± 1,24 years old. The most affected breed was mainly the Poodle, followed by the mixed-breed dogs (underdog) and some others such as Dachshunds, Beagles, Labrador Retrievers, Yorkshire terriers and others. This study’s data matches the statistic literature, which reaffirms the role of this kind of study in canine clinical epidemiology, being used as a helpful tool in the first approach to the patient helping the aiming process of diagnosis.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/69790
Arquivos Descrição Formato
000873774.pdf (341.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.