Repositório Digital

A- A A+

Experiência e transmissão : o projeto insere como articulador de reabilitação psicossocial no campo da saúde mental

.

Experiência e transmissão : o projeto insere como articulador de reabilitação psicossocial no campo da saúde mental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Experiência e transmissão : o projeto insere como articulador de reabilitação psicossocial no campo da saúde mental
Autor Rainone, Francilene Nunes
Orientador Moschen, Simone Zanon
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Arendt, Hannah 1906-1975.
Inclusão social
Psicose
Reabilitação psicossocial
Saúde mental
Transmissão
[en] Project Insere
[en] Psychosis
[en] Psychosocial rehabilitation
[en] Social inclusion
[en] Transmission
[fr] Inclusion sociale
[fr] Projeto insere
[fr] Psychose
[fr] Réhabilitation psychosociale
[fr] Transmission
Resumo A presente pesquisa, interessada em abordar questões inauguradas pelo movimento da Reforma Psiquiátrica e, consequentemente, pela reestruturação política do atendimento a sujeitos portadores de transtornos mentais graves, busca situar e delimitar as questões essenciais que este movimento impõe ao campo da saúde mental. Para tanto, tomando como ponto de partida o texto de Hannah Arendt, Entre o passado e o futuro, propõe-se a destacar a posição que a reabilitação psicossocial vem assumindo desde que este movimento foi deflagrado, bem como examinar a evolução do conceito de reabilitação psicossocial e investigar as possibilidades de atuação no campo da atenção psicossocial. Também utiliza-se Walter Benjamin como autor central desta tese para desenvolver o termo experiência. O estudo organizou-se a partir da análise da díade experiência-transmissão – entendida a partir do paradigma psicanalítico e com base no conceito de transferência, de S. Freud, e na noção de estrutura moebiana, de Jacques Lacan – e, nele, são apresentados os dispositivos terapêuticos que vem sendo desenvolvidos no CAPS Cais Mental Centro, assim como as vias de transmissão da experiência clínica que tais dispositivos podem propiciar para o campo da atenção psicossocial, abordando a experiência do Projeto Insere como prática na rede de reabilitação psicossocial, sua transmissão e possibilidade de inserção na história no movimento de reforma da assistência sem torná-lo paradigma ou protocolo.
Abstract The present research, concerned with the questions raised by the movement of Psychiatric Reform and, therefore, by the political restructuring of the care of subjects with severe mental disorders, aims to situate and delimit the key questions this movement imposes on the field of mental health. For this task, taking as a starting point Hannah Arendt's text, Between Past and Future, it intends to highlight the place that psychosocial rehabilitation has assumed since this movement was started, as well as to examine the evolution of the concept of psychosocial rehabilitation and to investigate the possibilities of action in the field of psychosocial care. The study was built from the analysis of the experience-transmission dyad – understood from a psychoanalitic paradigm and based on the concepts of transference, of S. Freud, and Moebian structure, of Jacques Lacan –, and it presents the therapeutic tools that have been developed at the Psychosocial Care Center Cais Mental Centro, as well as the paths of transmission of the clinical experience these tools may provide to the field of psychosocial care, addressing the experience of Project Insere as a practice in the network of psychosocial rehabilitation, its transmission and possibility of insertion in the history of the movement of care reform without making it a paradigm or protocol.
Résumé Cette recherche, préoccupée de traiter les questions inaugurées par le mouvement de la Réforme Psychiatrique et, par conséquent, par la restructuration politique de la prise en charge des sujets porteurs de troubles mentaux graves, vise à situer et à délimiter les questions essentielles que ce mouvement impose au champ de la santé mentale. Pour cela, en prenant comme point de départ le texte d’Hannah Arendt intitulé Entre o passado e o futuro, ce travail envisage de souligner la position adoptée par la réhabilitation psychosociale depuis que le mouvement de la Réforme Psychiatrique a été déclenché, ainsi que d’examiner l’évolution du concept de réhabilitation psychosociale et de faire des recherches sur les possibilités d’action dans le cadre de l’attention psychosociale. Cette étude s’est organisée à partir de l’analyse de la dyade expérience-transmission – comprise par le biais du paradigme psychanalytique et basé sur les concepts de transfert de S. Freud et de structure moebienne de Jacques Lacan – et y sont présentés les dispositifs thérapeutiques qui sont en train de développement dans le Caps Cais Mental Centro, tout comme les voies de transmission de l’expérience clinique que de tels dispositifs peuvent rendre possible pour le champ de l’attention psychosociale, en traitant l’expérience du Projeto Insere comme pratique dans le réseau de la réhabilitation psychosociale, sa transmission et sa possibilité d’insertion dans l’histoire du mouvement de la réforme de l’assistance sans le rendre un paradigme ou un protocole.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/69940
Arquivos Descrição Formato
000875427.pdf (2.198Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000875427.avi (68.59Mb) Imagem Vídeo Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.