Repositório Digital

A- A A+

(Re) conhecer-se a si mesmo : uma resposta de Rosa ao espelho machadiano

.

(Re) conhecer-se a si mesmo : uma resposta de Rosa ao espelho machadiano

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título (Re) conhecer-se a si mesmo : uma resposta de Rosa ao espelho machadiano
Outro título Conhecer-se a si mesmo : uma resposta de Rosa ao espelho machadiano
Autor Anger, Adriane Cristina Monteiro
Orientador Sanseverino, Antônio Marcos Vieira
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Licenciatura.
Assunto Aparência (Literatura)
Assis, Machado de, 1839-1908. O espelho : Crítica e interpretação
Espelho na obra de J. Guimarães Rosa (O espelho)
Espelho na obra de J.M. Machado de Assis (O espelho)
Homem
Representação
Rosa, João Guimarães, 1908-1967. O espelho : Crítica e interpretação
Santíssima Trindade (Trindade divina)
Ser humano
Subjetividade na literatura
Teoria da alma
Teoria do sujeito
[es] Alma exterior
[es] Alma interior
[es] Apariencia
[es] Esencia
[es] Espejo
Resumo Esse trabalho tem por objetivo fazer uma leitura comparativa dos contos homônimos “O espelho: esboço de uma nova teoria da alma humana” de Machado de Assis e “O espelho” de Guimarães Rosa, a fim de elucidar como o conto rosiano se apropriou das ideias contidas no conto machadiano, transformando-se em uma resposta profunda e reveladora acerca da essência do homem humano. Nesse sentido, no espelho de Machado há uma representação simbólica entre sujeito e imagem especular, em que a questão central está na importância atribuída à alma exterior, ou seja, a aparência, o status social é predominante. Já em Rosa, por sua vez, há o resgate da alma interior, da subjetividade da pessoa humana, escondida nas máscaras da aparência, narrado sob a forma de uma aventura moderna. Todavia, o encontro com o verdadeiro eu, com a vera forma, se dá a partir do reconhecer-se como imagem e semelhança de Deus, representado pelas imagens simbólicas da Santíssima Trindade. Dessa forma, julgou-se pertinente analisar as obras separadamente para, em seguida, analisá-las comparativamente, ressaltando as contribuições de Guimarães Rosa para a temática já abordada no conto de Machado de Assis a respeito do ser em relação ao parecer.
Resumen Este trabajo tiene por objetivo hacer una lectura comparativa de los cuentos homónimos “O espelho: esboço de uma nova teoria da alma humana” de Machado de Assis y “O espelho” de Guimarães Rosa, a fin de mostrar como el cuento rosiano se utilizó de las ideas que están en el cuento machadiano, transformándose en una respuesta profunda y reveladora acerca de la esencia del hombre humano. En ese sentido, en el espejo de Machado hay una representación simbólica entre sujeto e imagen especular, en que la cuestión central está en la importancia atribuida a el alma exterior, o sea, la apariencia, el status social es predominante. Ya en Rosa, a su vez, hay el rescate del alma interior, de la subjetividad de la persona humana, escondida en las máscaras de la apariencia, narrado bajo la forma de una aventura moderna. Toda vía, el encuentro con el yo verdadero, con la vera forma, se da a partir del reconocimiento de si con la imagen y semejanza de Dios, representado por las imágenes simbólicas de la Santísima Trinidad. De esa forma, se ha juzgado pertinente analizar las obras en separado para, en seguida, analizarlas comparativamente, resaltando las contribuciones de Guimarães Rosa a la temática ya abordada en el cuento de Machado de Assis a respeto del ser en relación al parecer.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70622
Arquivos Descrição Formato
000877857.pdf (240.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.