Repositório Digital

A- A A+

Estudo da toxicidade reprodutiva do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L.) em ratos Wistar

.

Estudo da toxicidade reprodutiva do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L.) em ratos Wistar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da toxicidade reprodutiva do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L.) em ratos Wistar
Autor Hollenbach, Clarissa Boemler
Orientador Mello, Joao Roberto Braga de
Co-orientador Mello, Fernanda Bastos de
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Fertilidade animal
Orégano : Óleo essencial
Toxicidade reprodutiva : Ratos wistar
Toxicologia veterinária
[en] Essential oil
[en] Fertility
[en] Oregano
[en] Reproductive toxicology
[en] Wistar rats
Resumo No presente trabalho avaliaram-se os efeitos do óleo essencial do orégano (Origanum vulgare L.) sobre a fertilidade, desenvolvimento ponderal de ratos Wistar, potencial teratogênico, bem como o desenvolvimento físico, motor e comportamental das progênies. A dosagem inicial do óleo essencial foi obtida através de ensaio in vitro frente a linhagens de isolados de Candida spp. O óleo foi extraído pelo processo arraste de vapor e analisado por cromatografia GC/MS. Constituíram-se cinco grupos experimentais com 10 machos e 30 fêmeas cada, um grupo controle negativo (GC-) que recebeu o veículo da emulsão do óleo de orégano (água destilada + Tween 80 0, 001%) um grupo controle positivo (GC+) que recebeu os compostos majoritários do óleo, timol 3% e terpine-4-ol 3%, e três grupos tratados com a emulsão contendo óleo essencial do orégano contendo 3% V / V (GO1), 9% V/ V (GO2) e 27% V / V (GO3). Os animais foram tratados diariamente por via oral usando sonda oro-gástrica flexível, com mesmo volume (10 mg / mL). Os machos foram tratados durante 91 dias, sendo 70 dias antes do acasalamento e 21 dias de acasalamento, após este período, os machos foram eutanasiados para coleta de órgãos para análise histopatológica, coleta de sangue e processamento dos órgãos sexuais para contagens espermáticas. As fêmeas foram tratadas antes (14 dias) e durante o acasalamento, gestação (21 dias) e lactação (21 dias). Metade das fêmeas prenhes sofreu cesariana no 21º dia de gestação, e os fetos foram usados para a avaliação de teratogenia. O restante das fêmeas pariu a termo, tiveram o comportamento maternal avaliado e as suas proles foram avaliadas a partir do nascimento, quanto às características de desenvolvimento e testes reflexos. Na puberdade, aos 65 dias, um filhote de cada sexo por ninhada foi eutanasiado para avaliação histopatológica e contagens espermáticas e aos 75 dias de idade um macho de cada ninhada teve seu comportamento testado em campo aberto. Na idade adulta a prole formou casais não consaguineos para a realização do comportamento sexual. Os resultados mostram que a administração do óleo essencial nas diferentes doses não interferiu no desenvolvimento ponderal de machos e fêmeas tratados nem das suas progênies (ANOVA p > 0,05). Nos machos, o óleo essencial de orégano interferiu diminuindo o número de células espermáticas, o número total de espermatozóides armazenados na cauda do epidídimo e os níveis de testosterona plasmática, na morfologia espermática o óleo aumentou o percentual de malformações espermáticas nos grupos tratados, de forma dose dependentes, igualmente no controle positivo. Nas fêmeas a taxa de acasalamento apresentou diferença estatisticamente significativa em relação ao grupo controle negativo nas duas doses mais altas de óleo essencial (9% e 27%). Na dose mais alta houve perdas pós-implantação, diferentes estatisticamente do GC-. Na avaliação esquelética dos fetos, houve diferença estatisticamente significativa no percentual geral de fetos com anomalias esqueléticas, em relação ao controle negativo, em 3%, 9% e GC+. Com relação às progênies, não houve alterações estatísticamente significativas nos grupos, no que se refere ao desenvolvimento ponderal, nos testes reflexos, nas contagens espermáticas e dosagem de testosterona plasmática realizadas na puberdade, no teste de campo aberto e no teste de comportamento sexual. Com base nos resultados obtidos, é possível concluir que a dose inicial (3%), considerada terapêutica, é segura para a reprodução de ratos Wistar, no entanto quando esta dose é aumentada para 9% e 27%, alterações nas variáveis reprodutivas dos machos podem acontecer.
Abstract In the present study were evaluated the effects of the essential oil of oregano (Origanum vulgare L.) on fertility and weight development of rats on the teratogenic potential as well as the physical, motor and behavioral of the progenies. The initial dose was obtained by in vitro against strains of Candida isolates spp. The oil was extracted by the process of steam drag chromatography and analyzed by GC / MS. Constituted five experimental groups with 10 males and 30 females each, a negative control group (GC-) who received vehicle emulsion emulsion of oil of oregano (distilled water + Tween 80 0, 001%) a positive control group (CG + ) receiving the major compounds from the oil, thymol 3% and terpine-4-ol 3% and three groups treated with the emulsion containing essential oil of oregano containing 3% V / V (GO1 ), 9% V / V (GO2) and 27% V / V (GO3). The animals were treated daily orally using orogastric tube flexible, with the same volume (10 mg / ml). Males were treated for 91 days with 70 days prior to mating and during mating 21 days, after this period, males were euthanized to collect organs for histopathology, blood collection and processing of sexual organs for sperm counts. Females were treated before (14 days) and during mating, gestation (21 days) and lactation (21 days). Half of pregnant females underwent cesarean section on day 21 of gestation, and the fetuses were used for the evaluation of teratogenicity. The rest of the females gave birth at term, had evaluated whether maternal behavior and their offspring were evaluated from birth, for the development traits and reflex tests. At puberty, 65 days, a pup of each sex per litter was euthanized for histopathological assessment and sperm counts at 75 days of age a male from each litter had tested their behavior in the open field. In adulthood the offspring formed consaguineos couples not to perform sexual behavior. The results showed that administration of essential oil at different doses did not affect the weight development of males and females treated or their progeny (ANOVA p> 0.05). In males, the essential oil of oregano interfered decreasing the number of sperm cells, total number of sperm stored in the cauda epididymis and plasma testosterone levels on sperm morphology oil increasing the percentage of sperm abnormalities in the treated groups in a dose dependent manner, equally positive control. In females mating rate was statistically significantly different compared to negative control group in the two higher doses of essential oil (GO2 and GO3). At the higher dose (GO3) losses occurred before and after deployment, the GC-statistically different. In assessing skeletal fetuses of females who underwent cesarean section, there was a statistically significant difference in the overall percentage of fetuses with skeletal anomalies, relative to the negative control in GO1, GO2 and GC +. Regarding progenies, no significant statistics changes in groups, with regard to weight development, testing reflexes, sperm counts and measurement of plasma testosterone at puberty, in open field test, in the test of sexual behavior Based on these results, we conclude that the initial dose (3%), considered therapy is safe for reproduction of rats, however when this dose is increased to 9% and 27%, changes in the male reproductive variables can occur.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/71326
Arquivos Descrição Formato
000879675.pdf (2.262Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.