Repositório Digital

A- A A+

Motivação e qualidade de vida no trabalho : um estudo sobre a flexibilização de carga horária em universidades públicas

.

Motivação e qualidade de vida no trabalho : um estudo sobre a flexibilização de carga horária em universidades públicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivação e qualidade de vida no trabalho : um estudo sobre a flexibilização de carga horária em universidades públicas
Autor Marques, Carolina Sampaio
Orientador Baungarten, Marcelo Zepka
Co-orientador Silva Junior, Julio Cesar Araujo da
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão Pública UAB.
Assunto Jornada de trabalho
Servidor público
[en] Flexibility of working hours
[en] Motivation
[en] Public university
[en] Quality of work life
Resumo Este trabalho teve como objetivo avaliar a flexibilização da carga horária de trabalho para servidores técnico-administrativos em universidades públicas. Para tanto, buscou-se analisar a motivação, qualidade de vida no trabalho e satisfação no trabalho dos servidores de duas diferentes instituições: uma adota a jornada flexibilizada de carga horária, podendo os trabalhadores optar em realizar turnos ininterruptos de seis horas diárias e em outra o servidor cumpre a jornada integral de oito horas diárias. Foi realizada uma pesquisa quantitativa através de questionários com questões abertas e fechadas nas duas instituições e posteriormente os dados foram analisados utilizando os softwares Excel e SPSS 17.0. Como resultados verificou-se que na universidade com jornada de trabalho flexibilizada há maior motivação, satisfação em trabalhar e melhor qualidade de vida no trabalho comparativamente a universidade sem esta carga horária diferenciada. Também se verificou que as expectativas que os servidores da universidade com horário integral possuem em relação as melhorias que a outra jornada pode causar é real pois definitivamente ela os torna mais motivados em diversos aspectos.
Abstract This study aimed to assess the flexibility of working hours for technical and administrative staff in public universities. To this end, we attempted to analyze the motivation, quality of work life and job satisfaction of the servers in two different institutions: one adopts a relaxed day of working hours, employees may choose to conduct uninterrupted shifts of six hours per day and in another the server fulfills a full day of eight hours. We conducted a quantitative research using questionnaires with open questions and closed at both institutions and subsequently the data were analyzed using Excel and SPSS 17.0 software. As a result it was found that the university with more flexible working hours is no greater motivation, satisfaction in work and better quality of life at work compared to this university without differentiated workload. We also found that the expectations that employees of the university to have full-time over the improvements that can cause another day is definitely real because it makes them more motivated in several ways.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/71369
Arquivos Descrição Formato
000871411.pdf (1.079Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.