Repositório Digital

A- A A+

Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados

.

Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações cognitivas em trabalhadores de uma empresa de processamento de dados
Outro título Cognitive problems in workers of a data processing company
Autor Rosa, Roger dos Santos
Hoefel, Maria da Graca Luderitz
Chaves, Marcia Lorena Fagundes
Nardi, Henrique Caetano
Zago, Marilene
Resumo Realizou-se estudo de 191 trabalhadores de uma empresa federal de processamento de dados em Porto Alegre, RS, Brasil, em 1989, objetivando estudar déficits cognitivos. São analisadas as relações entre queixas de alteração de memória e os respectivos desempenhos em testes de avaliação cognitiva segundo três grupos de trabalhadores, o primeiro com atividades automatizadas e repetitivas (digitadores) e dois outros com funções diversificadas. Utilizou-se um teste de rastreamento psiquiátrico para controlar esta possível variável de confusão. Existe uma alta prevalência de queixas de perda de memória (65,4%), apesar de não haver evidências significativas de problemas cognitivos. Observou-se uma associação estatisticamente significativa entre a presença ou não de queixas de memória e o desempenho no teste psiquiátrico. Sugere-se que futuros estudos enfatizem o aspecto de saúde mental e sofrimento psíquico para compreensão destas queixas, tendo em vista as características do processo de trabalho na informática.
Abstract A study of 191 data processing workers undertaken in Porto Alegre, Brazil, in 1989, is presented. The relationship between complaints of loss of memory and their respective scores on cognitive testing in three groups of workers, one with automatized repetitive activities and two others with diversified activities, is analysed. The scores and complaints are compared with the results of a screening test for psychiatric disorders in order to verify the influence of this confounding factor. No significant evidence of cognitive problems was found despite the high prevalence of complaints of memory loss in this population (65,4%). There is a significant statistical association between these complaints and the scores of the psychiatric testing. It is suggested that futures studies should emphasize psychiatric analysis with a view to clarifying the complaints of Data Processing workers.
Contido em Revista de saúde pública. São Paulo. Vol. 26, n. 1 (1992), p. 21-26
Assunto Cognição
Memória
[en] Automatic data processing, manpower
[en] Cognition
[en] Memory
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71390
Arquivos Descrição Formato
000061155.pdf (544.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.