Repositório Digital

A- A A+

Perto e longe do coração selvagem : um estudo antropológico sobre animais de estimação em Porto Alegre, Rio Grande do Sul

.

Perto e longe do coração selvagem : um estudo antropológico sobre animais de estimação em Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perto e longe do coração selvagem : um estudo antropológico sobre animais de estimação em Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Autor Pastori, Erica Onzi
Orientador Lewgoy, Bernardo
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Animais de estimação
Animais domesticos
Antropologia social
Porto Alegre (RS)
Saude animal
[en] Animal health
[en] Anthropology
[en] Emotions
[en] Pet market
[en] Relationships between humans and animals
Resumo Esta dissertação investiga transformações contemporâneas em práticas e costumes de donos nas relações com seus animais de estimação. Nas últimas décadas, os animais têm passado por uma modificação de estatuto (LEWGOY et alli, 2011; PIETTE, 2002), sendo transformados em sujeitos na relação com os humanos. Para investigarmos tal processo, que tem sido denominado de “humanização” dos animais de estimação, realizamos esta pesquisa por meio de metodologia etnográfica, cuja observação participante mais prolongada foi desenvolvida numa clínica veterinária de Porto Alegre. A partir dos dados construídos em campo, produzimos este exercício por meio de uma antropologia das relações entre humanos e animais, através de uma aproximação teórica maior à obra do etnólogo francês Jean-Pierre Digard, na interface das antropologias das emoções, econômica e do corpo e da saúde animal. Desta maneira, temos um painel etnográfico que se volta para as transformações contemporâneas das relações entre humanos e animais. Verificamos uma íntima relação entre o discurso do “amor incondicional”, que os donos afirmam receber de seus animais de estimação, e o crescimento do mercado pet, sendo uma de suas principais dimensões o mercado de saúde animal, do qual os médicos veterinários são integrantes. Percebemos em campo uma tendência acentuada de tradução (LATOUR, 1994) da medicina humana para a veterinária, com crescimento das especialidades médico-veterinárias, integrando o processo de humanização dos pets. Finalmente, constatamos a “pediatrização” e a “geriatrização” dos pets, que acompanham as distintas fases da vida dos animais de estimação.
Abstract This dissertation investigates contemporary changes in practices and habits of pet owners in dealing with their pets. In recent decades, animals have undergone a change of statute (LEWGOY et alli, 2011; PIETTE, 2002), being transformed into subjects in their relation with humans. In order to investigate this process – which has been termed ‘humanization’ of pets –, we have conducted this research through an ethnographic methodology where the participant observation was carried out for a longer period in a veterinary clinic in Porto Alegre. Starting from the data constructed in the field, we have produced this exercise through Anthropology of the Relationship between Humans and Animals via a theoretical approach of the work of the greatest French ethnologist Jean-Pierre Digard in the interface of Anthropology of Emotions, Economy and the Animal’s Body and Health. In this way, we have an ethnographic panel that turns itself to the transformations of contemporary relationships between humans and animals. We have verified a close relationship between the discourses of ‘unconditional love’ – which the owners claim they get from their pets – and the growth of the Pet Market, being one of its main dimensions of the Animal Health Market – which veterinarians are members. We have noticed an increasing tendency in the field of translation (LATOUR, 1994) in human medicine to veterinary medicine with the growth of medical and veterinary specialties, integrating the process of humanization of pets. Finally, we have noticed a ‘pediatricszation’ and ‘geriatricszation’ of pets that accompany the different life stages of them.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/71932
Arquivos Descrição Formato
000878027.pdf (2.025Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.