Repositório Digital

A- A A+

A formação dos (as ) educadores (as)populares a partir da práxis : um estudo de caso da AEPPA

.

A formação dos (as ) educadores (as)populares a partir da práxis : um estudo de caso da AEPPA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação dos (as ) educadores (as)populares a partir da práxis : um estudo de caso da AEPPA
Autor Paulo, Fernanda dos Santos
Orientador Zitkoski, Jaime José
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação popular
Formação
Movimentos populares
Políticas públicas
Professor
[en] Popular education
[en] Popular educators formation
[en] Popular movements
[en] Public politics
[en] Work
Resumo A presente dissertação analisa o trabalho desenvolvido pelos educadores populares de Porto Alegre, inseridos nas associações comunitárias de bairro, as quais estão conveniadas com a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, no que concerne a execução das políticas da educação e assistência social na relação com os processos formativos, organizados pela Associação de Educadores Populares de Porto Alegre (AEPPA). Esse estudo resgata as lutas populares dessa cidade, desde as políticas destinadas às crianças e adolescentes das comunidades populares, associando-as à história dos Movimentos Sociais Populares e da Educação Popular no Brasil buscando relacioná-los ao nosso objeto de estudo, a AEPPA, bem como aos sujeitos que dela participam. Procuramos através dessa pesquisa, compreender os limites e as lutas pelo direito a formação profissional a luz da Educação Popular. Essa pesquisa é de caráter qualitativo, sob o método de estudo de caso e em consonância com a nossa opção teórica, utilizamos a Pesquisa Participante a qual a pesquisadora é também participante da pesquisa. A dissertação apresenta-se numa perspectiva dialético-dialógica fundamentada principalmente pelo referencial freireano. Diante disto, investigamos os limites e as possibilidades dos projetos de Educação Popular, desenvolvido pela AEPPA, nas experiências de formação para educadores populares, como também na construção de projetos alternativos de cursos de formação. Como resultados, constatamos processos de precarização do trabalho, desvalorização dos “saberes de experiência feita” (FREIRE, 1997b), desresponsabilização do poder público para com as políticas públicas, através da burocratização dos convênios, e certa invisibilidade intencional do trabalho socioeducativo realizado pelos educadores populares. Diante dos resultados, os sujeitos participantes desse estudo, sinalizam para a urgência de uma Pedagogia Social com ênfase na Educação Popular, que seja construída interdisciplinarmente com os educadores e possua uma estrutura diferenciada do atual curso de Pedagogia.
Abstract This master thesis analyses the work developed by popular educators form Porto Alegre, inside communitarian associations in districts convened to the city hall of the city, concerning to education politics, social assistance and formation processes organized by AEPPA (Popular Educators Association of Porto Alegre). This study brings up the popular struggles of this city, as well politics towards children and adolescents of popular communities, relating them to the Popular Social Movements and Popular Education in Brazil related to our object of study, AEPPA and its participants. Through this research we wish comprehend the limits and the struggles for the right of professional formation on Popular Education. This research is a qualitative work, using case study methodology and in consonance with our theoretical option it was used a participant research. This master thesis is presented in a dialectic perspective based on Freire referential. Thus, it was investigated the limits and possibilities of Popular Education projects developed by AEPPA, in experiences on popular educators formation, as well in the construction of alternative projects of formation courses. As results, it was verified processes of precarious work, devaluation of “knowledge of done experiences” (FREIRE, 1997b), non-responsibility of the public power on public politics through bureaucratization in agreements with the city hall and some intentional invisibility of social educative work done by popular educators. From these results, the research participants urge for a Social Pedagogy emphasizing Popular Education built inter- disciplinarily with educators and that it has a different structure from the actual Pedagogy course.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72141
Arquivos Descrição Formato
000882135.pdf (6.306Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.