Repositório Digital

A- A A+

Análise do impacto ambiental do replantio das matas ciliares e reserva legal na viabilidade econômica das propriedades rurais localizadas no município de Ijuí

.

Análise do impacto ambiental do replantio das matas ciliares e reserva legal na viabilidade econômica das propriedades rurais localizadas no município de Ijuí

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise do impacto ambiental do replantio das matas ciliares e reserva legal na viabilidade econômica das propriedades rurais localizadas no município de Ijuí
Autor Dalmas, Sandro Bau
Orientador Nascimento, Luis Felipe Machado do
Co-orientador Figueiró, Paola Schmitt
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Área de preservação permanente
Impacto ambiental
Matas ciliares
Resumo A região do município de Ijuí pelo seu relevo praticamente na sua maior parte acidentado e ondulado apresenta seus açudes, vertentes e banhados mais próxima ao nível dos rios e lajeados, sendo por esta razão o local predominante para a criação de animais, na maioria bovinos de leite. Esta área deve corresponder no mínimo a 20% da propriedade, na qual não é permitido o corte raso e a supressão de florestas, esta lei entrando em vigor ocasionará um grande dano econômico decorrente da drástica diminuição da área, principalmente nos minifúndio. Em uma propriedade de um módulo rural adotando estas novas faixas para a APP e Matas Ciliares tornará maior parte impróprias para a criação de animais, ocasionada pela diminuição das pastagens e dificultando o acesso a água pelos animais, pois deverá ser cercada e isolada esta faixa de preservação. O objetivo desta pesquisa foi avaliar e descrever o impacto ambiental do replantio das matas ciliares e reserva legal na viabilidade econômica de quatro propriedades rurais localizadas no município de Ijuí. A aquisição dos dados foi obtida com o preenchimento de um questionário por agricultores, visitas in loco, identificando a vegetação predominante de cada propriedade, localização por gps com coordenadas geográficas e dados da produção agropecuária. Os impactos ambientais mais identificados foram nas áreas que margeiam rios, córregos e vertentes, onde a quantidade de APP (área de preservação permanente) que se encontram atualmente devem ser alteradas para se adequar às novas leis ambientais. Sendo mais significativos nas propriedades que desenvolvem a atividade leiteira que necessitam das áreas próximas à água para a alimentação destes animais. A proposta deste trabalho é demonstrar a realidade de que se encontram os produtores rurais e contribuir com os órgãos fiscalizadores comprometidos com o meio ambiente, a fim de encontrar alternativas que torne viável a permanência dos pequenos agricultores no meio rural. Existe uma falta de conhecimento técnico sobre a legislação vigente por parte dos agricultores, sendo necessária à implantação de novas técnicas de manejo do gado e do solo para que não ocorra a diminuição na produção de alimentos, entre eles as verduras, frutas e o leite.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72223
Arquivos Descrição Formato
000883166.pdf (792.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.