Repositório Digital

A- A A+

Os mercados da pobreza ou a pobreza dos mercados? : as instituições no processo de mercantilização da agricultura familiar na Microrregião de Pitanga, Paraná

.

Os mercados da pobreza ou a pobreza dos mercados? : as instituições no processo de mercantilização da agricultura familiar na Microrregião de Pitanga, Paraná

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os mercados da pobreza ou a pobreza dos mercados? : as instituições no processo de mercantilização da agricultura familiar na Microrregião de Pitanga, Paraná
Autor Plein, Clério
Orientador Filippi, Eduardo Ernesto
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Desenvolvimento rural
Instituições
Pitanga (PR : Microrregião)
Pobreza rural
[en] Family farms
[en] Institutions
[en] Markets
[en] Microregion Pitanga - Paraná
[en] Rural development
[en] Rural poverty
[es] Desarrollo rural
[es] Granjas familiares
[es] Instituciones
[es] Mercados
[es] Pobreza rural
Resumo Esta tese de doutorado investiga a estrutura e a dinâmica dos mercados acessados pelos agricultores familiares na Microrregião de Pitanga, uma das mais pobres do estado do Paraná, que apresenta um histórico com baixos índices de desenvolvimento. Através das contribuições do economista institucional Douglass North, complementada pelos contributos da Sociologia Econômica, e, de uma intensa pesquisa de campo, pretende-se fazer uma análise institucional do desenvolvimento rural, com ênfase em três dinâmicas de troca mercantil (leite, plantas medicinais e Programa Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar). Pretende-se demonstrar de que forma as instituições interferem (motivando ou restringindo) no funcionamento dos mercados e estabelecer a sua relação com a pobreza rural. Os resultados obtidos permitem dizer que, apesar das novas possibilidades de comercialização que promoveram uma mudança institucional, com a criação dos novos mercados a partir da década de 1990 (leite e plantas medicinais) e 2000 (Programa Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar), persiste um conjunto de instituições que caracterizam a “pobreza” das formas de inserção mercantil, tais como questões de gênero, analfabetismo, assistencialismo político, aspectos culturais voltados unicamente à produção de subsistência, tradição com bovinocultura de corte e monoculturas, a não valorização da pequena produção diversificada e a fragilidade das relações de poder quando os agricultores não estão organizados. Estes aspectos – observados a partir da análise institucional comparada dos “mercados da pobreza” – estão inseridos num processo histórico maior, que permite compreender a pobreza dos municípios da Microrregião de Pitanga, ou seja, o ambiente macroinstitucional representado pelo Estado e suas políticas de desenvolvimento desde os tempos da colonização. Nesse sentido, a forma desigual de acesso a terra é a instituição mais emblemática.
Abstract This thesis investigates the structure and dynamics of markets accessed by farmers in Microregion Pitanga, one of the poorest in the state of Paraná, which has a history with low levels of development. Through the contributions of the institutional economist Douglass North, complemented by the contributions of Economic Sociology, and an intense field research, we intend to make an institutional analysis of rural development, with emphasis on three dynamic market exchange (milk, medicinal plants and Food Acquisition Programme of Family Agriculture). It is intended to demonstrate how institutions affect (encouraging or restricting) the functioning of markets and establish its relationship with rural poverty. The results obtained allow us to say that, despite new marketing possibilities that promote institutional change with the creation of new markets from the 1990s (Milk and medicinal plants) and 2000 (Food Acquisition Programme of Family Agriculture), persists a set of institutions that characterize the "poverty" of the forms of market integration, such as gender, illiteracy, welfare policy, cultural aspects geared solely to the production of subsistence tradition with beef cattle and monocultures, not the recovery of small production diversified and the fragility of power relations when farmers are not organized. These aspects - observed from the comparative institutional analysis of "markets of poverty" - are included in a larger historical process, which allows us to understand the poverty of the municipalities Microregion Pitanga, ie the environment macroinstitucional represented by the state and its development policies since colonial times. In this sense, the uneven access to land is the most iconic institution.
Resumen En esta tesis se investiga la estructura y la dinámica de los mercados de acceso de los agricultores en Microregión Pitanga, una de las más pobres del estado de Paraná, que tiene una historia con bajos niveles de desarrollo. A través de las aportaciones del economista Douglass North institucional, que se complementa con las aportaciones de la sociología económica, y un intenso trabajo de campo, se pretende hacer un análisis institucional del desarrollo rural, con énfasis en tres dinámica de cambio de mercado (leche, plantas medicinales y Alimentos Programa de Adquisición de la Agricultura Familiar). Su objetivo es demostrar cómo las instituciones afectan (alentar o restringir) el funcionamiento de los mercados y establecer su relación con la pobreza rural. Los resultados obtenidos nos permiten afirmar que, a pesar de nuevas posibilidades de mercado que promueven el cambio institucional con la creación de nuevos mercados a partir de la década de 1990 (Leche y plantas medicinales) y 2000 (Adquisición de Alimentos de la Agricultura Familiar), persiste un conjunto de instituciones que caracterizan a la "pobreza" de las formas de integración de los mercados, como el género, el analfabetismo, la política de bienestar social, los aspectos culturales orientados exclusivamente a la producción de subsistencia tradición con ganado vacuno y monocultivos, no la recuperación de la pequeña producción diversificada y la fragilidad de las relaciones de poder en que los agricultores no están organizados. - Estos aspectos observados en el análisis institucional comparativo de los "mercados de la pobreza" - se incluyen en un proceso histórico más amplio, lo que nos permite comprender la pobreza de los municipios Microregión Pitanga, es decir, el medio ambiente macroinstitucional representado por el Estado y sus políticas de desarrollo desde la época colonial. En este sentido, la forma de desigualdad en el acceso a la tierra es la institución más emblemática.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/72254
Arquivos Descrição Formato
000883191.pdf (9.375Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.