Repositório Digital

A- A A+

Estudo da influência de PPARy na conversão fenotípica de células estreladas hepáticas – linhagem GRX

.

Estudo da influência de PPARy na conversão fenotípica de células estreladas hepáticas – linhagem GRX

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da influência de PPARy na conversão fenotípica de células estreladas hepáticas – linhagem GRX
Autor Vasconcelos, Mariana de
Orientador Guma, Fátima Theresinha Costa Rodrigues
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Fibrose hepática
Resumo A fibrose hepática é uma característica comum de muitas doenças crônicas do fígado e foi definida pelo acúmulo de proteínas de matriz extracelular como resposta a danos crônicos ao órgão. As células estreladas hepáticas (Hepatic Stellate Cells - HSC), além de serem responsáveis pelo armazenamento de gotas lipídicas ricas em ésteres de retinol, são as principais produtoras de colágeno no fígado, desempenhando um papel importante no desenvolvimento da fibrose hepática. Nesta condição, as HSC passam a apresentar alterações no conteúdo e no arranjo do citoesqueleto, aumento na taxa de proliferação, desequilíbrio entre síntese e degradação da matriz extracelular e, ainda, perda na capacidade de armazenamento de gotas lipídicas, passando de um estado quiescente lipocítico a um estado ativado miofibroblastóide. A linhagem celular GRX representa um modelo experimental com características de HSC ativadas. Os receptores ativados por proliferadores de peroxissomos (Peroxissomes Proliferator-Activated Receptor - PPAR) são um grupo de proteínas nucleares que atuam como fatores de transcrição, regulando a expressão de genes envolvidos com o metabolismo de lipídios. Uma das isoformas existentes é o PPAR, envolvido na transcrição de proteínas lipogênicas que induzem o armazenamento de gordura por meio da diferenciação adipogênica. As HSC apresentam uma significativa diminuição da expressão de PPAR durante a transição para o fenótipo ativado miofibroblastóide, o que está relacionado com a perda da capacidade de armazenar gotas lipídicas. Por outro lado, a indução do aumento de expressão do PPAR é suficiente para restabelecer diversos marcadores do fenótipo quiescente das HSC, sugerindo grande importância deste fator de transcrição na manutenção do fenótipo quiescente lipocítico. Sendo assim, este trabalho teve por objetivo estabelecer uma linhagem estável de células GRX superexpressora de PPAR para mostrar a relevância deste fator de transcrição em estudos relacionados à fibrose hepática. Para isso, o cDNA de células GRX foi obtido por extração de RNA seguida de transcrição reversa. O gene de PPAR foi então amplificado com oligonucleotídeos específicos por PCR e ligado ao plasmídeo pcDNA 3.1. O plasmídeo recombinante foi utilizado para transfectar células GRX, utilizando-se o reagente Lipofectamine. Os resultados mostraram aumento da expressão de PPAR e acúmulo de lipídios nas células transfectadas.
Abstract Liver fibrosis is a common feature of many chronic liver diseases and was defined by the accumulation of extracellular matrix proteins in response to chronic damage of the organ. The hepatic stellate cells (HSC), besides being responsible for the storage of vitamin A-rich lipid droplets, are the main producers of collagen in the liver and play an important role in the development of liver fibrosis. In this condition, the HSC exhibit changes in content and arrangement of the cytoskeleton, increased rate of proliferation, imbalance between synthesis and degradation of extracellular matrix, and loss of the capacity to storage lipid droplets, switching from a quiescent vitamin A-rich phenotype to a myofibroblastic phenotype, referred as activated HSC. The GRX cell line represents an experimental model with features of activated HSC. Peroxissomes proliferator-activated receptor (PPAR) are a group of nuclear proteins that act as transcription factors regulating the expression of genes involved in lipid metabolism. PPAR is one of the isoforms and is involved in the transcription of lipogenic proteins that induce fat storage. HSC show a significant decrease in the expression of PPAR during the transition to the activated phenotype, which is related to the loss of the ability to store lipid droplets. On the other hand, the induction of increased expression of PPAR restores various markers of the HSC quiescent phenotype, suggesting importance of this transcription factor in the maintenance of quiescent phenotype. Therefore, this study aimed to establish a stable GRX cell line that superexpresses PPAR to show the relevance of this transcription factor in studies related to liver fibrosis. For this, the GRX cell cDNA was obtained by extraction of RNA followed by reverse transcription. The PPAR gene was then amplified with specific primers by PCR and inserted into pcDNA 3.1 plasmid. The recombinant plasmid was used to transfect GRX cells, using the reagent Lipofectamine. The results showed increased expression of PPAR and lipid accumulation in transfected cells.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/72367
Arquivos Descrição Formato
000876380.pdf (948.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.