Repositório Digital

A- A A+

Respostas ecofisiológicas de Paspalum urvillei (Steud) e Piptochaetium montevidense (Spreng.) a diferentes doses de nitrogênio e à sazonalidade na região da Depressão Central do Rio Grande do Sul

.

Respostas ecofisiológicas de Paspalum urvillei (Steud) e Piptochaetium montevidense (Spreng.) a diferentes doses de nitrogênio e à sazonalidade na região da Depressão Central do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Respostas ecofisiológicas de Paspalum urvillei (Steud) e Piptochaetium montevidense (Spreng.) a diferentes doses de nitrogênio e à sazonalidade na região da Depressão Central do Rio Grande do Sul
Outro título Ecophysiological responses of Paspalum urvillei (Steud) and Piptochaetium montevidense (Spreng.) to different leveis of nitrogen availability and seasonality at the "depressão central" region of Rio Grande do Sul
Autor Azzarini-Rostirola, Letícia Nonnemacher
Orientador Rosa, Luis Mauro Gonçalves
Data 2001
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Adubação nitrogenada
Ecofisiologia vegetal
Gramínea
Pastagem nativa : Rio Grande do Sul
Sazonalidade
Resumo Este estudo teve como objetivo verificar as diferenças ecofisiológicas entre duas espécies de gramíneas do campo nativo, com relação a alterações climáticas sazonais e diferentes níveis de adubação nitrogenada. Dois experimentos foram realizados, um a campo com 2 espécies e 5 níveis de adubação, fixados com relação a recomendação ROLAS para o campo nativo, onde foram medidas a taxa fotossintética fotossaturada (ACO2) e o conteúdo de clorofilas da folha a cada estação, e a taxa de crescimento relativo no verão. Um outro, em casa de vegetação com 2 espécies e 3 níveis de adubação, fixados de acordo com a recomendação para o experimento à campo. Neste experimento foram realizadas curvas de resposta à luz e CO2. As respostas fotossintéticas obtidas ao longo do ano são produto de uma interação entre as características fenológicas das espécies e as respostas fisiológicas à variação sazonal do clima. Os maiores valores de A002 por área foliar foram obtidos no verão e, no inverno, as menores, tanto em unidade de área como em unidade de massa seca de folha. As plantas de P. urvillei apresentaram as maiores A002 durante o ano e a maior taxa de crescimento relativo, vantagens possivelmente conferidas pelo metabolismo C4. Ambas as espécies direcionaram o nitrogênio disponibilizado para a promoção de aumento na capacidade de carboxilação, não investindo em captação de luz. A adubação com 200 kgN ha-1 foi satisfatória para promover ganhos em capacitação fotossintética para ambas as espécies, enquanto 400 kgN ha-1 ocasionaram uma queda na capacidade fotossintética para P. montevidense.
Abstract This study was designed to analyze the ecophysiological differences between two native grass species at Rio Grande do Sul in relation to the seasonal variation in climate and different leveis of nitrogen availability. Two experiments were performed, field and greenhouse with 2 species and 5 leveis of nitrogen (field), or 2 species and 3 leveis of nitrogen (greenhouse). Fotossaturated photosynthetic rates (A002) and leaf chlorophyll content were measured throughout the year and the relative growth rate during the summer on the field experiment. On the greenhouse we measured photosynthetic light and CO2 response curves. Seasonal photosynthetic responses are a mixture of the phenology of the species and the physiological responses to the climate's seasonal variation. The highest values of ACO2 per unit leaf area were attained during the summer, whereas the winter showed the Iowest values either on a leaf area or weight basis. P. urvillei showed the highest values of ACO2 throughout the year as well as the highest relative growth rate. These advantages are probably due to it's C4 metabolic pathway. Both species showed investments in carboxylation capacity with increases in nitrogen availability. 200 kgN ha-1 was satisfactory to improve photosynthesis on both species. 400 kg ha-1, however, caused a depression on the photosynthetic rates of P. montevidense.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/72647
Arquivos Descrição Formato
000319678.pdf (13.50Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.