Repositório Digital

A- A A+

A formação de si e o processo de construção de conhecimento : análise da experiência do currículo integrado

.

A formação de si e o processo de construção de conhecimento : análise da experiência do currículo integrado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação de si e o processo de construção de conhecimento : análise da experiência do currículo integrado
Autor Souza, Ana Celina de
Orientador Pekelman, Renata
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Práticas Pedagógicas para Educação em Serviços de Saúde.
Assunto Construção do conhecimento
Currículo integrado
Interdisciplinaridade
Residência
Resumo O presente trabalho objetiva narrar a proposta pedagógica, partindo do olhar de facilitadora de aprendizagem, e discutir sua ação reflexiva a partir dos caminhos metodológicos propostos para sua experimentação. Este escrito compõe o curso de Práticas Pedagógicas nos Serviços de Saúde. O contexto desta experiência é o ensino em serviço, a partir da modalidade de Residência, no Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição/RS. O espaço a ser estudado chama-se Currículo Integrado e configura-se como uma atividade de campo e teórico-prática, desenvolvida durante os dois anos das Residências de Saúde da Família e Comunidade. A ancoragem metodológica do espaço está no referencial das metodologias ativas de aprendizagens, como o PBL, Problematização e a pedagogia Freireana. Neste texto será enfatizada a experiência como facilitadora de aprendizagem do segundo ano, no qual é desenvolvido um exercício em forma de projeto, que propõe a implantação, expansão ou fortalecimento da ESF/ESB/NASF, em municípios de pequeno porte ao entorno de Porto Alegre. Os objetivos do trabalho são: narrar a trajetória formativa da facilitadora, identificar as linhas de atuação deste ator e trazer alguns resultados da construção deste conhecimento. Este é um estudo descritivo exploratório que faz incursões no método cartográfico. A experiência coloca em análise a micropolítica institucional, que quando estimula o fazer do trabalhador em saúde também a partir do ensino, expõe conflitos e contradições constituintes desta construção. Traz para os cenários de atuação, as tensões que perpassam a formação de um trabalhador no lugar do “entre” saúde e educação. Na construção do exercício, as linhas de atuação da facilitadora colaboram para a constituição de um espaço grupal de trabalho cooperativo que analise a interface gestão/atenção de uma perspectiva ampla e histórica, contextualizada com a produção de saúde . Na análise de dez projetos realizados entre os anos de 2009 e 2012, há um indicativo claro que aponta para a mudança de modelo de saúde nos municípios. As categorias analisadoras foram: Processo de Trabalho, Educação no Trabalho no SUS e Síntese de Conhecimentos. O exercício expõe os residentes a refletirem sobre a sua atuação no SUS, buscando ampliar e superar a noção de ensino-serviço, ao afirmar que o trabalho em saúde busca contemplar a busca pela integralidade. Os caminhos da construção de conhecimento, apontam para uma formação comprometida com a mudança de paradigma na saúde, contribuindo para a construção da intersetorialidade e integralidade na formação e na consolidação do SUS.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/76115
Arquivos Descrição Formato
000892960.pdf (465.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.