Repositório Digital

A- A A+

Efeito da visita domiciliar intercalada com contato telefônico no conhecimento da doença, nas habilidades para o autocuidado e na adesão de pacientes com insuficiência cardíaca e internação recente : ensaio clínico randomizado

.

Efeito da visita domiciliar intercalada com contato telefônico no conhecimento da doença, nas habilidades para o autocuidado e na adesão de pacientes com insuficiência cardíaca e internação recente : ensaio clínico randomizado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da visita domiciliar intercalada com contato telefônico no conhecimento da doença, nas habilidades para o autocuidado e na adesão de pacientes com insuficiência cardíaca e internação recente : ensaio clínico randomizado
Autor Mussi, Claudia Motta
Orientador Silva, Eneida Rejane Rabelo da
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde: Cardiologia e Ciências Cardiovasculares.
Assunto Autocuidado
Cooperação do paciente
Visita domiciliar
Resumo Objetivo: Verificar o efeito de uma intervenção educativa de enfermagem combinada de visita domiciliar e contato telefônico em pacientes com internação recente por insuficiência cardíaca descompensada no conhecimento da doença, nas habilidades para o autocuidado e na adesão ao tratamento comparado ao acompanhamento convencional de pacientes no período de seis meses. Métodos: Ensaio Clínico Randomizado com pacientes que tiveram internação recente por insuficiência cardíaca descompensada. O grupo intervenção recebeu quatro visitas domiciliares e quatro contatos telefônicos para reforço das orientações em seis meses de acompanhamento; o grupo controle recebeu acompanhamento convencional sem visitas e sem contatos telefônicos. Resultados: Duzentos pacientes foram randomizados (101: intervenção e 99: controle). Após seis meses, observou-se melhora significativa no conhecimento e autocuidado para o grupo intervenção (P=0,001 e P<0,001), respectivamente; a adesão ao tratamento, aferida no final entre os grupos, foi significativamente maior no grupo intervenção (P<0,001). Conclusão: A estratégia de visita domiciliar para pacientes que internaram recentemente por insuficiência cardíaca descompensada foi efetiva na melhora dos desfechos avaliados e sua implementação merece ser considerada no Brasil visando evitar internações não planejadas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/76157
Arquivos Descrição Formato
000891753.pdf (2.549Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.