Repositório Digital

A- A A+

Estudo de um modelo mínimo para a Matéria Escura

.

Estudo de um modelo mínimo para a Matéria Escura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de um modelo mínimo para a Matéria Escura
Autor Rosa, A.M.
Orientador Hadjimichef, Dimiter
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Física. Curso de Pesquisa Básica: Bacharelado.
Assunto Bosons
Equacao de dirac
Fermions
Interacoes foton-foton
Materia escura
Modelo padrão
Quebra espontanea de simetrias
Teoria de campos
Teoria quântica
Resumo Fazemos uma revisãoo do modelo padrão das interações eletrofracas, devido a Glashow, Weinberg e Salam, o qual constitui a base para extensões do Modelo Padrão (MP) que incluam WIMPs (Weakly Interacting Massive Particles). Supõe-se que essas partículas compõem a Matéria Escura, responsável por 90% do conteúdo de massa do Universo que, no entanto, ainda não foi detectada diretamente em eventos de raios cósmicos ou em aceleradores de partículas. Introduzimos um modelo mínimo para a matéria escura, que consiste de três singletos do MP: um escalar, um férmion de Dirac e um bóson vetorial massivo. O escalar implementa quebra espontânea de simetria no setor escuro, além de ser responsável por conectar a matéria escura às partículas do MP através de interações com o bóson de Higgs. Calculamos algumas seções de choque e taxas de decaimento nesse modelo; em particular estudamos a produção de bósons vetoriais massivos em colisões fóton-fóton utilizando a fórmula de Breit-Wigner.
Abstract We review the standard electroweak model of Glashow, Weinberg and Salam, which forms the basis for extensions of the Standard Model (SM) including Weakly Interacting Massive Particles (WIMPs). These particles are supposed to compose the Dark Matter responsible for 90% of the mass content of the Universe, but have not yet been directly detected in cosmic ray events or in particle colliders. We then introduce a minimal model of dark matter, consisting of three SM gauge singlets: a scalar, a Dirac fermion and a massive vector boson. The scalar implements spontaneous symmetry breaking in the dark matter sector, and is also responsible for connecting dark matter with SM particles by interacting with the Higgs boson. We calculate some cross sections and decay rates within this framework, in particular we study the production of massive vector bosons in photon-photon collisions by using the Breit-Wigner formula.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/77894
Arquivos Descrição Formato
000897932.pdf (356.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.