Repositório Digital

A- A A+

Implantação de sistemas informatizados na saúde : uma revisão integrativa da literatura

.

Implantação de sistemas informatizados na saúde : uma revisão integrativa da literatura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Implantação de sistemas informatizados na saúde : uma revisão integrativa da literatura
Autor Santos, Tamyres Oliveira dos
Orientador Silveira, Denise Tolfo
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Avaliação em saúde
Informática médica
Saúde pública
Sistemas de informação em saúde
[en] Health evaluation
[en] Health indicators
[en] Health information
[en] Health information systems
[en] Nursing
[en] Public health
Resumo A informação em saúde consiste em identificar características individuais e coletivas da saúde de uma população. Os resultados destes dados coletados subsidiam as decisões do gestor, para melhoria da condição de vida. Os sistemas de informação em saúde (SIS) são instrumentos usados para processar os dados e produzir a informação. Este trabalho tem como objetivo analisar as evidências científicas sobre os sistemas de informação e a utilização dos dados para a gestão do cuidado pelos profissionais de saúde. A metodologia utilizada foi a revisão integrativa da literatura segundo o método de Cooper, que inclui cinco etapas: formulação do problema, coleta de dados, avaliação dos dados, análise e interpretação dos dados e apresentação dos resultados. Teve como questões norteadoras: 1) Como são utilizados os dados processados nos sistemas de informação pelos profissionais de saúde? Quais os pontos críticos e os pontos de sucesso na implantação dos sistemas de informação em saúde? A coleta de dados foi realizada nas bases de dados Lilacs, Scielo e Medline. Foram encontrados 843 artigos e após classificação por critérios de exclusão dezessete artigos compuseram a amostra. Identificou-se que dez (58,8%) utilizaram tipo de estudo descritivos exploratórios com abordagem quantitativa, evidenciando o caráter numérico dos dados de saúde. Três autores (17,6%) utilizaram os dados de sistemas informatizados para embasar a decisão clínica, seis autores (35,3%) utilizaram os dados para gestão, monitoramento de desempenho de serviços e planejamento de unidades de saúde. Outros seis autores (35,3%) definiram que tiveram dificuldades de uso dos dados, por falta de terminologia padrão, falhas no processo resultando em dados inconsistentes, ou a não identificação por parte dos profissionais naqueles indicadores em sua realidade. Apenas dois estudos (11,8%) relataram suas experiências em informatização. Conclui-se que apesar de ter uma amostra de 17 artigos a área de tecnologia da informação em saúde ainda precisa de mais pesquisa, no que condiz à mudança de processos, experiências de informatização.
Abstract Health information aims to identify health characteristics of individual and of community. The results of data collected subsidize the manager's decisions, to improve living conditions. The health information systems (HIS) are instruments used to process the data and produce information. This paper aims to examine the scientific evidence on information systems and use of data for management of care by health professionals. The methodology used was a literature review using the method of Cooper, which includes five steps: problem formulation, data collection, data evaluation, analysis and interpretation of data and presentation of results. Had the questions: 1) How are they used the data processed in information systems by health professionals? What are the critical points and the points of successful implementation of information systems in health? Data collection was performed in the databases Lilacs, Scielo and MEDLINE. Then 843 articles were found and after sorting by exclusion criteria seventeen articles were included in the sample. It was found that ten (58.8%) used type of descriptive exploratory study with a quantitative approach, showing the character number of health data. Three authors (17.6%) used the data of computerized systems to support clinical decision making, six authors (35.3%) used for data management, performance monitoring services and planning of health facilities. Six other authors (35.3%) who had difficulties defined data usage, due to lack of standard terminology, process failures resulting in inconsistent data, or non-identification by professionals in those indicators in your reality. Only two studies (11.8%) reported their experience in computerization. It is concluded that despite having a sample of 17 articles from the area of health information technology still needs more research, which matches the changing processes, computerization experiences.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78436
Arquivos Descrição Formato
000899296.pdf (881.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.