Repositório Digital

A- A A+

Vulnerabilidade, capacitações e meios de vida dos pecuaristas de corte da Campanha Meridional e Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul

.

Vulnerabilidade, capacitações e meios de vida dos pecuaristas de corte da Campanha Meridional e Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vulnerabilidade, capacitações e meios de vida dos pecuaristas de corte da Campanha Meridional e Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul
Autor Matte, Alessandra
Orientador Waquil, Paulo Dabdab
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Pecuaria de corte
Rio Grande do Sul
Trabalhador rural
[en] Capabilities
[en] Livelihoods
[en] Livestock
[en] Vulnerability
Resumo Este estudo visa compreender quais são os fatores de vulnerabilidade que impactam sobre as capacitações e os meios de vida das populações rurais. Nesse sentido, o estudo versou sobre o tema da vulnerabilidade desde uma perspectiva multidimensional, procurando dar ênfase na compreensão dos múltiplos fatores que provocam situações de vulnerabilidade na pecuária de corte, fragilizando os meios de vida dos pecuaristas e limitando o exercício das capacitações, verificando, com isso, como os pecuaristas de corte têm enfrentado ou se adaptado às situações causadas pelos múltiplos fatores de vulnerabilidade que estão expostos. De tal forma, o objetivo do trabalho consiste em compreender como a vulnerabilidade age sobre as capacitações e meios de vida dos pecuaristas de corte da Campanha Meridional e Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul, e como esses criam estratégias de enfrentamento ou adaptação aos efeitos das situações de vulnerabilidade que estão expostos. Assim, três hipóteses orientarão a pesquisa. A primeira afirma que o meio de vida da pecuária de corte é formado por um portfólio de ativos, composto por fatores internos e externos ao estabelecimento. A segunda sustenta que a vulnerabilidade está relacionada tanto a fatores externos como a fatores internos aos estabelecimentos de pecuária de corte, e os impactos desses fatores provém de suas combinações e atuação conjunta, porém, afetam primeiramente os meios de vida dos pecuaristas comprometendo o exercício das capacitações. A terceira hipótese afirma que as estratégias envolvendo o enfrentamento às situações de vulnerabilidade são estratégias de reação que estão relacionadas à maior (e não total) restrição ao acesso e a mobilização de ativos que compõem o meio de vida e, por conta disso, limitam os pecuaristas a exercerem suas capacitações e seu meio de vida. Já as estratégias de adaptação são estratégias reativas que estão relacionadas à maior (e não total) disponibilidade e acesso de ativos, o que permite aos pecuaristas anteciparem a sua capacidade de escolha para construir soluções de adaptação às situações de vulnerabilidade. Portanto, são as estratégias de adaptação que permitem ampliar a expansão dos intitulamentos criando as condições para a própria realização das capacitações e dos meios de vida. A amplitude desse estudo mereceu a utilização de entrevista semiestruturada como principal técnica de pesquisa, com um roteiro de questões abertas, fechadas e de múltipla escolha, de caráter qualitativo e quantitativo. Assim, foram aplicadas 60 entrevistas com pecuaristas de corte dos municípios de Bagé e Dom Pedrito localizados na microrregião Campanha Meridional, e Piratini e Pinheiro Machado situados na microrregião Serra do Sudeste, no Rio Grande do Sul. De modo geral, os resultados dessa pesquisa confirmam as hipóteses iniciais. Nesse sentido, foi identificado que a vulnerabilidade para os pecuaristas de corte consiste em uma situação de ausência de liberdade de escolha, causada por uma carência no acesso a alguns ativos, limitando, assim, o exercício das capacitações e provocando situações de incerteza quanto aos seus meios de vida. Sendo assim, os principais fatores de vulnerabilidade identificados são: período de verão (98%), problemas sanitários da pecuária (87%), período de inverno (83%), expansão da silvicultura (82%), dificuldade de contratação de mão de obra (78%) e ausência de sucessor (77%). Desse modo, a liberdade para escolher a melhor estratégia para enfrentar ou se adaptar às situações de vulnerabilidade fica restrita aos meios de vida de cada família, pois é a disponibilidade de ativos que vai possibilitar aos indivíduos expandir ou restringir suas capacitações individuais.
Abstract This study aimed at understanding, what are the vulnerability factors that impact on the capabilities and the livelihoods of rural populations. In this sense, the study was about the issue of vulnerability from a multidimensional perspective, emphasizing the understanding the multiple factors that cause situations of vulnerability in beef cattle, weakening the livelihoods of farmers and limiting the exercise of training, checking, with it, such as beef cattle farmers have faced or are adapted to situations caused by multiple factors of vulnerability they are exposed. As such, the objective of this study is to understand how the vulnerability acts on the skills and livelihoods of beef cattle farm ranchers of the Campanha Meridional and Serra do Sudeste of Rio Grande do Sul, and how these create strategies or adapt to the effects of situations of vulnerability to which they are exposed. Thus, three hypotheses guided the research. The first states that the livelihood of beef cattle consists of a portfolio of assets, consisting of internal and external factors to the establishment. The second holds that the vulnerability is related to both external factors such as internal factors to the establishments of beef cattle, and the impacts of these factors come from their combinations and joint action, however, primarily affect the livelihoods of farmers commiting the exercise of capabilities. The third hypothesis states that the strategies involving facing situations of vulnerability are response strategies that are related to more (but not total) restriction of access and mobilization of assets that comprise the means of life, and therefore, limiting ranchers to exercise their skills and their livelihood. But, adaptation strategies are reactive strategies that are related to more (but not total) asset availability and access, which allows farmers to anticipate their choice to build solutions to adapt to situations of vulnerability. Therefore, the adaptation strategies allow you to extend the expansion of entitlements creating the conditions for the realization of their own capabilities and livelihoods. The amplitude of this study merited the use of semi-structured interview as the main research technique, with a schedule of open questions, multiple choices and closed, of qualitative and quantitative character. Thus, 60 interviews were applied to beef cattle farmers in the municipalities of Bagé and Dom Pedrito located in the Campanha Meridional micro-region, and Piratini and Pinheiro Machado located in the Serra do Sudeste micro-region, Rio Grande do Sul. Altogether, the results of this research confirm the initial hypotheses. In this sense, the vulnerability was identified for beef cattle ranchers situation in the lack of freedom of choice, caused by a lack of access to certain assets, thus limiting the exercise of skills and situations causing uncertainty in relation to their livelihoods. Thus, the main factors of vulnerability identified are: summer period (98%), livestock health problems (87%), winter period (83%), expansion of forestry (82%), difficulty of hiring labor (78%) and the lack of a successor (77%). Thus, the freedom to choose the best strategy to cope with or adapt to situations of vulnerability, is limited to the livelihoods of each family, as is the availability of assets that will enable individuals to expand or restrict their individual capacities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/79026
Arquivos Descrição Formato
000892658.pdf (5.765Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.