Repositório Digital

A- A A+

Modelo experimental de carcinogênese esofágica

.

Modelo experimental de carcinogênese esofágica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelo experimental de carcinogênese esofágica
Outro título Experimental model of esophageal carcinogenesis
Autor Castro Junior, Miguel Angelo Martins de
Kruel, Cleber Dario Pinto
Meurer, Luíse
Castro, Angela Pötter de
Zimmermann, Bruno Sudbrack
Resumo O carcinoma epidermóide do esôfago é neoplasia com alta taxa de mortalidade. A necessidade do entendimento do processo de carcinogênse na melhora de resultados desta doença, conduz aos estudos experimentais. Método: Induzida a carcinogênese esofágica quimicamente por meio da dietilnitrosamina(DEN), em um grupo de 100 camundongos fêmeas. Utilizados quatro grupos, onde os Grupos 1 e 2 foram considerados controles, sendo diferenciados por gavagem esofágica, uma vez semana, com água em temperatura ambiente (20-25ºC) ou quente (60º-70ºC). E os Grupos 3 e 4, considerados estudos, receberam DEN por três dias consecutivos semanalmente, também sendo diferenciados por gavagem quente ou fria. Progressivas eutanásias com coletas de peças esofágicas, com início no 30º dia do experimento e terminando no 150º dia. Resultados: Demonstrou-se que não houve diferença na incidência tumoral quando foi acrescida a variável temperatura da água (p=0,6854). Observou-se, que a carcinogênese durante o experimento, considerados os grupos que receberam DEN como sendo um único grupo, demonstrou clara e evidente progressão de lesões neoplásicas. Conclusão: Houve progressão neoplásica esofágica com a utilização de DEN, bem como o método pode ser utilizado em estudos para investigação do processo mutagênico.
Abstract Background: Esophageal epidermoid carcinoma is a neoplasm with high mortality rates and a peculiar geographic distribution. Experimental studies are necessary to better understand the carcinogenesis process and improve therapeutic protocols. Methods: Esophageal carcinogenesis has been chemically induced with diethylnitrosamine (DEN) in 100 female mices. Four groups of animals were separated. Control groups I and II were treated weekly by esophageal gavage at room temperature or hot (60o-70oC) water. Study groups III and IV were treated weekly for 3 consecutive days with diethylnitrosamine receiving also esophageal gavage with room temperature or hot water. Mices were sequentially sacrificed from day 30 until day 150 for collection and analysis of the esophagus. Results: Results showed tumor incidence has not been affected by water temperature used for gavage (p=0.6854). Carcinogenesis has been induced in both groups receiving DEN, with clear and evident progression of pathological lesions. Conclusion: The model can be used for the study of mutagenic processes.
Contido em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Rio de Janeiro. Vol. 34, n. 3 (maio/jun. 2007), p. 153-155
Assunto Biomarcadores tumorais
Carcinoma de células escamosas
Dietilnitrosamina
Esôfago
[en] Carcionoma, squamous cell
[en] Diethylnitrosamine
[en] Esophagus
[en] Tumor markers, biological
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/79982
Arquivos Descrição Formato
000643074.pdf (95.39Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.