Repositório Digital

A- A A+

Análise do índice do arco plantar, equilíbrio postural e frequência do uso do salto alto em mulheres de diferentes faixas etárias

.

Análise do índice do arco plantar, equilíbrio postural e frequência do uso do salto alto em mulheres de diferentes faixas etárias

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise do índice do arco plantar, equilíbrio postural e frequência do uso do salto alto em mulheres de diferentes faixas etárias
Outro título Analysis of plantar arch index, postural balance and use of high heel shoes frequency in women of different age groups
Autor Dorneles, Patricia Paludette
Orientador Mota, Carlos Bolli
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Biomecânica
Calçado

Postura corporal
[en] Foot
[en] Plantar arch
[en] Postural balance
Resumo O presente estudo objetivou analisar a relação do índice do arco plantar com o equilíbrio postural e com a frequência do uso do salto alto entre mulheres de diferentes faixas etárias. Participaram do estudo 60 mulheres, 20 no grupo jovem (GJ), 20 no grupo adulto (GA) e 20 do grupo idoso (GI), as quais foram separadas em subgrupos com 10 indivíduos cada de acordo com a frequência do uso do salto alto. A avaliação da frequência do uso do sapato de salto alto foi realizada através do número de vezes que o indivíduo utilizava esse tipo de calçado. Para o cálculo do índice do arco plantar (IAP) utilizou-se o método de impressão plantar, por meio de um pedígrafo. Para a aquisição dos dados referentes ao equilíbrio postural foi utilizada uma plataforma de força AMTI; as variáveis utilizadas a partir do Centro de Pressão (COP) foram: amplitude de deslocamento ântero-posterior do centro de pressão (COPap), amplitude de deslocamento médio-lateral do COP (COPml), velocidade média de deslocamento do COP (COPvel) e área da elipse (elipse). Os resultados apontam que não houve correlações entre as variáveis do COP (COPap, COPml, velocidade e elipse) e o IAP na condição de olhos abertos e olhos fechados. Ao se tratar da faixa etária, houve diferença estatisticamente significativa entre o índice do arco plantar do GJ e GI e do GA e GI, indicando que o grupo de mulheres idosas possui um maior índice do arco plantar, ou seja, um rebaixamento no arco longitudinal medial. Com relação à frequência do uso do salto alto, não houve diferença estatisticamente significativa do índice do arco plantar entre os grupos. Concluiu-se que o índice do arco plantar não altera o controle postural em mulheres jovens, adultas e idosas deste estudo e que o grupo idoso apresenta um rebaixamento do arco longitudinal medial quando comparado com o grupo jovem e adulto.
Abstract The present study aimed to analyze the relationship between plantar arch index and postural balance and the frequency of use of high-heeled shoes among women of different age groups. The study included 60 women, 20 in the young group (GJ), 20 in the adult group (GA) and 20 in the elderly group (GI), which were separated into groups with 10 individuals each according to frequency of use of high-heeled shoes. The evaluation of the frequency of use of the high heel shoe was performed using the number of times that the person use this kind of footwear. To obtain the plantar arch index (IAP) was used the method of printing plant, with a plantar foot pressure. For acquisition of postural balance data was used a AMTI force plate and variables from the center of pressure (COP) used were: range of anteroposterior displacement of the center of pressure (COPap), range of displacement of the medial-lateral COP (COPml) and average speed of displacement of the COP (COPvel). The results showed that there were no correlations between the variables of COP (COPap, COPml, speed and ellipse) and IAP on eyes opened and eyes closed conditions. When dealing with the age group, there were statistically significant differences between the plantar arch index of the GJ and GI and of the GA and GI, indicating that the group of older women have an increased plantar arch index or a presents lower medial longitudinal arch. It was concluded that the plantar arch index does not alter postural control in young, adult and elderly people and that the elderly group presents lower medial longitudinal arch when compared with the young adult group showing.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/81207
Arquivos Descrição Formato
000904450.pdf (719.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.