Repositório Digital

A- A A+

Modelos de valorização de empresas : estudo de caso em empresa supermercadista

.

Modelos de valorização de empresas : estudo de caso em empresa supermercadista

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modelos de valorização de empresas : estudo de caso em empresa supermercadista
Autor Boufet, Leonita dos Santos
Orientador Kloeckner, Gilberto de Oliveira
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Empresa : Valor
Estudo de caso
Supermercado
[en] Discounted cash flow
[en] Firm appraisal
[en] Firm assessment models
[en] Management based on value
[en] Perpetuity
[en] Weighed average cost of capital
Resumo Nos últimos anos, com a aceleração da globalização, tem-se intensificado a atividade de análise e avaliação de investimentos. Dentre as diversas técnicas de mensuração de valor e risco, mereceu especial destaque as ferramentas de avaliação de empresas, em razão da significativa profusão de negociações de e entre empresas, que inclui grande número de fusões aquisições e parcerias. Em diferentes segmentos empresas privadas de capital fechado, passam a ser alvo de grandes companhias ou vislumbram vir a ser, o que traz a necessidade ao empresariado de saber qual o valor do seu negócio, qual o valor mínimo aceitável em uma negociação, seja de venda ou de compra de investimentos. Estas necessidades justificam a busca de ferramenta de valoração. Diante disto, este trabalho visa identificar, e discutir os principais aspectos relacionados à valoração de empresas. No levantamento bibliográfico foram identificados os principais modelos de valoração onde foram criticados, apontando limitações ou desvantagens; procurou-se identificar, dentre eles, o que se adaptaria para avaliar uma empresa de capital fechado dada a limitação de informações possíveis de serem levantadas na empresa, que fosse mais referendado pelos estudiosos e o mais utilizado neste momento. Optou-se então pelos modelos de Fluxo de Caixa Descontado (FCD) e Valor Econômico, comparando-os ao Valor Patrimonial Contábil. apresentando-se à empresa e acionistas um preço de referência para que possam iniciar negociações de compra ou venda de parte ou todo do negócio. No segmento supermercadista, nos últimos anos, houve grandes negociações, passando para um nível de concentração das 5 maiores redes de 61% do mercado nacional. No estudo de caso, realizado em uma empresa do ramo de supermercados, foi feito o levantamento dos dados históricos dos últimos 5 anos, e feitas as projeções para os próximos seis exercícios, sendo calculados ou estimados, também: o beta do setor, o ROIC, o WACC, o CAPM, o Capital Operacional Investido, o Spread e a composição do capital atual. Após aplicação das premissas e cálculo do período de projeção, foi calculado o valor da perpetuidade, adicionando-o aos dois modelos de avaliação, e com isso chegou-se a um mesmo valor de valoração da empresa, que confirmaram as afirmações encontradas na bibliografia. Após comparou-se o resultado da avaliação pelo FCD e pelo Valor Econômico com o valor Patrimonial Contábil sem ajustes, apresentando assim para a empresa uma ferramenta para avaliações ou projeções de cenários e a discrepância entre os valores contábeis e econômicos da empresa.
Abstract In the last years, due to the acceleration on globalization, the activity of analysis and evaluation of investments has been intensified. Among several techniques of measurement of value and risk, the tools for firm evaluation has got special notice for the reason that it has been a meaningful profusion and partnerships. In different segments, private owned companies become or are willing to become the target of big companies and so the entrepreneurs have the necessity to know the minimum value of their businesses in transactions of buying or selling investments. That necessity justifies the search for business valuation resources. Thus, this paper aims at identify and discuss the main aspects related to business valuation. In the bibliographic search the main models of business valuation resources were identified and passed judgment on their limitations or disadvantages. An attempt on identifying one among those resources which would adapt for evaluating a privately owned company and which would be referenced by scholars and most used at the moment was made. The difficulty found was due to limitation of possible information gathering from firms. The chosen alternative was the Discounted Cash Flow models – DCF – and Economic Value in comparison to Accounting Patrimonial Value to show the company and shareholders a referential price to start transactions of buying and selling of part or the whole business. In the supermarket segment, in the last years, there were huge negotiations ending up in a concentration of five big chains which represent 61% of Brazilian market. A case study carried in a supermarket gathered historical data from the last 5 years and from those, projections for the next 6 ones were made calculating the sector beta, ROIC, WACC, CAPM and the Operational Capital invested, Spread e the composition of updated capital. After applying the predictions and calculating the projection period, perpetual value was calculated by adding that to two models of appraisal and then getting to the same value of assessment which confirm the statements in the review of bibliography. Afterwards the result of the assessment was compared to DCF and to Economic Value with Accounting Patrimonial Value without adjustments featuring an evaluating or projecting scenarios and the discrepancy between accounting values and economic values within firms.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/8408
Arquivos Descrição Formato
000575511.pdf (331.9Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.