Repositório Digital

A- A A+

Reparo ósseo perimplantar após LLTC em coelhos : esteriologia e MEV

.

Reparo ósseo perimplantar após LLTC em coelhos : esteriologia e MEV

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reparo ósseo perimplantar após LLTC em coelhos : esteriologia e MEV
Outro título Perimplantar bone repair in rabbit after LLLT: steriology and sem
Autor Gomes, Fernando Vacilotto
Orientador Baraldi, Carlos Eduardo Espindola
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Cirurgia bucal
Implantacao : Dentes
Laser na odontologia
[en] Dental implants
[en] Histology
[en] Low-level laser therapy
[en] Scanning electron microscopy
Resumo Estudos prévios sugerem que a laserterapia de baixa potência (LLLT) favorece o reparo ósseo perimplantar. Este estudo avaliou a influência da LLLT sobre o reparo ósseo perimplantar in vivo em 32 coelhos Nova Zelândia submetidos à exodontia do incisivo inferior esquerdo imediatamente seguida pela inserção de um implante osseointegrável. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos: um grupo controle C (animais não irradiados) e três experimentais. Estes receberam 7 sessões de terapia laser (AsGaAl, infravermelho, 830 ηm, 50mW, CW), com intervalos de 48 horas. A dose de laser por sessão variou entre os grupos EI (10 J/cm²), EII (5 J/cm²) e EIII (20J/cm²). Os animais foram mortos e os espécimes preparados histologicamente para análise da superfície de contato entre osso e implante (BIC) e da área de neoformação óssea entre as espiras (BA), em esteriologia e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). A concentração de cálcio na interface do tecido ósseo com o implante foi analisada por espectrometria de raios-X por dispersão de energia (EDS). Os resultados foram analisados estatisticamente. Para MEV, as médias de BIC foram significativamente maiores para os grupos EI (977,9 μm) e EIII (1021,1 μm), comparados a EII (761,5 μm) e C (807,8 μm). Em BA, EIII (122573,7 μm²) superou os valores de neoformação dos demais grupos. O EDS para concentração de cálcio não apresentou diferença entre os grupos. A análise de BIC por meio de esteriologia mostrou valores significativamente maiores para EIII (1045,3 μm) em relação aos demais grupos. Para a BA, os grupos EI (100068,3 μm²) e EIII (103934,5 μm²) mostraram grandezas significativamente maiores. O uso da LLLT, no protocolo descrito, influenciou positivamente o reparo ósseo perimplantar com aumento do contato do tecido ósseo com o implante principalmente na dose de 20 J/cm² por sessão, bem como maior volume ósseo neoformado entre as espiras.
Abstract Previous studies suggest that the low level laser therapy (LLLT) has a favorable effect on perimplant bone healing. This study evaluates the LLLT influence over perimplant bone healing pattern in 32 New Zealand male rabbits which were subimitted to a lower incisor extraction followed by an osseointegrated implant immediated insertion. The animals were randomly divided into four groups of eight animals each: a control group C (non-irradiated animal) and three experimental groups. They received seven laser therapy sessions (GaAlAs, infrared, 830 nm, 50 mW, CW), every 48 hours. The LLLT per session dose ranged between the groups EI (dose – 10 J/cm²), EII (dose – 5 J/cm²) and EIII (dose – 20 J/cm²). The animals were killed and the specimens received histological preparation for bone implant contact analysis (BIC) and Bone Area evaluation (BA) among the implant threads, both steriology and Scanning Electron Microscopy (SEM). The calcium concentration in bone implant interface were analysed by Energy-Disperse X-Ray Spectroscopy (EDS). The results were statistically analyzed. For SEM results, the BIC’s mean were significantly higher for the irradiated groups EI (977,9 μm) and EIII (1021,1 μm) compared to EII (761,5 μm) and C (807,8 μm). For BA, EIII (122573,7 μm²) showed better values for bone neoformation compared to other groups. For EDS calcium concentration there was no significantly difference between groups. The steriology analysis showed significantly higher values for BIC in EIII (1045,3 μm) compared to the other groups. For BA, EI (100068,3 μm²) and EIII (103934,5 μm²) were significantly higher. In this laser protocol, the use of LLLT induced positively perimplantar bone repair specially due to the bone implant contact improvement (20 J/cm² per session dose), as well as, better bone area neoformation within treads.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/85097
Arquivos Descrição Formato
000905799.pdf (5.465Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.